Construindo Minha Casa Clean: Aquecedores de Água: a Gás, Solar e Elétrico!

Aquecedores de Água: a Gás, Solar e Elétrico!


Qual deles é o melhor?


Para esclarecer minhas dúvidas na escolha do sistema de aquecimento, pesquisei um pouco sobre suas vantagens e desvantagens.
O aquecimento a gás e o solar são os que vão nos oferecer mais economia de energia elétrica!! Já o elétrico é  nosso aquecimento convencional, nos chuveiros e torneiras elétricas, que são os que mais dão despesas com a conta de energia! 

Então vamos  as diferenças de cada tipo de aquecedor!!


Aquecedor de Água a Gás





Numa época em que economia de energia se faz tão importante, os aquecedores a gás saem ganhando em relação á energia elétrica, tanto para o gás GN (gás natural) como para o GLP (Gás liquefeito de petróleo), onde o último tipo é o mais barato.
Os aquecedores à gás estão divididos basicamente em dois grandes grupos: os de passagem, e os por acumulação. Podem usar gás natural (que é o gás encanado nas cidades) ou GLP, que é o gás de botijão. É muito importante você determinar qual tipo de gás seu aquecedor irá consumir antes de comprar o aparelho, ou ele não vai funcionar. Se você utilizar um aquecedor a gás de passagem terá uma maior economia, apesar do desconforto de aguardar alguns segundos para ter uma água quente. Nos sistemas convencionais elétricos do tipo “boillers” a água quente é imediata, porém o consumo de energia é bem maior.
Antigamente ocorreram muitos casos de morte devido ao escapamento do gás dentro das casas, e pelo fato do gás não ter cheiro, as pessoas desmaiavam e logo morriam. Mas hoje o sistema é outro, e também a colocação não se faz mais dentro dos banheiros, mas na lavanderia ou numa parede externa da casa.
Atualmente os aquecedores a gás estão com um preço bem competitivo, existem os automáticos com regulagem de temperatura até modelos com controle digital que são mais precisos, porém mais caros. Os tempos de vida útil destes equipamentos costumam ser maior que quinze anos contra um excelente chuveiro que dura em média oito anos.
A primeira condição necessária para um aquecimento a gás é uma hidráulica apropriada, com tubulação para água fria, para água quente e para o gás que vai alimentar o aquecedor, que pode ser GLP (gás liquefeito de petróleo) ou GN (gás natural). Precisamos escolher um aquecedor baseado nos pontos de consumo que queremos ter água quente (chuveiros, torneiras, banheiras, etc.).
Para dimensionamento do aquecedor de passagem as variáveis que são levadas em consideração são: Número de pontos de consumo:
Verificar o número de pontos de consumo que serão atendidos para determinação da capacidade do aquecedor:
8 Litros - Atende um banheiro com chuveiro.
10 a 15 Litros - Atende um banheiro: um chuveiro, podendo eventualmente atender um chuveiro e uma torneira simultaneamente;
18 a 20 Litros - Atende um banheiro, podendo atender dois banheiros próximos com duchas de 8 Lts de vazão, principalmente no verão.
22 a 26 Litros - Atende dois banheiros, com ducha de no máximo 10 litros de vazão.
30 a 37 Litros - Atende três banheiros, com duchas de no máximo 10 litros de vazão.


Aquecedor a Gás de Passagem




Os aquecedores a gás de passagem existem há diversas décadas, mas ganharam um grande impulso no Brasil durante a crise de energia de 2001 e 2002, a época do “apagão”, quando se mostrou uma alternativa de boa eficiência para reduzir o consumo ao longo do período de racionamento.
Os aquecedores de passagem são pequenos e aquecem imediatamente a água que passa por sua alimentação, devolvendo-a quente para a tubulação. No entanto, ao abrir o registro, primeiro vai sair a água fria que ficou parada no cano, entre o aquecedor e a torneira ou chuveiro. A não ser que você não se importe de começar seu banho com água fria, vai ser um desperdício.
Os aquecedores de passagem também tendem a atender um número restrito de pontos de água quente e precisam de acesso a uma área externa para sua chaminé.
Existem muitos modelos, dos mais simples, mecânicos, até os modelos mais modernos, eletrônicos e com controle digital.
Este sistema proporciona maior conforto, economia e maior fornecimento de água quente, em diversos pontos de utilização.
O Aquecedor de Passagem a Gás, é um equipamento destinado ao aquecimento de água para os mais diversos fins, principalmente para o Banho. É um produto baseado na circulação contínua da água através de seu interior, assim que acionado, por isso é chamado de "passagem", por que não existe reservatório para acumular a água aquecida, que é fornecida instantaneamente quando acionado.
Este acionamento é feito pela abertura dos registros ou misturadores de água, que faz com que o aparelho comece imediatamente a funcionar, automaticamente, gerando água quente para todos os ramais disponíveis da casa ou apartamento.
Seu funcionamento é simples, embora incorpore muita tecnologia, podendo ser resumido conforme os itens abaixo descritos:
Funcionamento de aquecedor de passagem a gás
Ligado um ponto de água quente, a água fria passa pelo aquecedor acionando o dispositivo para acender o queimador. A água segue pela serpentina por toda a câmara de combustão onde a água aumenta sua temperatura por ganhar calor do queimador. Uma vez que a água foi aquecida vai para o ponto de distribuição de consumo de água quente.
Para que estas operações se realizem, é preciso que existam condições ideais, já preparadas no local onde se vai utilizar o aquecedor de água a gás, ou seja:
- Ponto padrão de Gás
- Tubulação Hidráulica (entrada e saída de água)
- Pressão de Água (ideal 10 mca)
- Furo da chaminé (conforme o modelo a ser utilizado)
- Boa qualidade de água (tratada por concessionária)
- Duchas adequadas (vazão 8 litros)
- Local adequado (conforme a norma NBR 13.103)
- Registros de água quente e fria com misturador em formato Y
- Ponto elétrico (Digital Line e Onnsen Plus)
Respeitadas estas condições e uma vez adquirido o produto, será a vez de se chamar a Instaladora Autorizada (IR) que fará o serviço de colocação e acionamento do aquecedor. É importante notar que se a instalação não for feita por empresa autorizada, o equipamento perderá a garantia, conforme está descrito no Manual de Instruções do Produto.


Aquecedor a Gás Por Acumulação




Os aquecedores a gás por acumulação lembram bastante os boylers elétricos. Existem muitos modelos, mas os mais comuns se assemelham a um grande cilindro, onde ocorre o aquecimento da água.
A vantagem desse tipo de aquecedor é o fato de sempre existir uma quantidade razoável de água quente em seu interior (em função da capacidade do aquecedor) e a água quente chegar mais rapidamente até o ponto de uso.
O fato de ter uma capacidade maior do que os de passagem também permite ao aquecedor de acumulação atender diversos pontos de consumo, ou um ponto de grande demanda, como uma banheira, por exemplo. Seu tamanho, no entanto, é muito maior do que um aquecedor a gás de passagem.
Existe ainda a possibilidade de união dos sistemas de passagem e acumulação. As empresas que executam esse tipo de instalação costumam chamar o sistema conjugado de "central térmica", que consiste basicamente de um aquecedor de passagem ligado a uma bomba e a uma central de acumulação (com ou sem possibilidade de ligação elétrica).
Essa central garante que sempre haja água quente disponível, de forma similar ao aquecedor de acumulação.
Onde o aquecimento ocorre através da passagem da água por um sistema de serpentinas, tendo reservatório por acumulação.
Sua configuração normal suporta pressurização equivalente a 40m de coluna d’água (pressão estática máxima).
Capacidade de armazenagem: de 75 a 400 litros.
Disponíveis nas versões GLP (gás liquefeito de petróleo) e GN (gás natural).
Isolamento térmico em poliuretano expandido conserva a temperatura da água aquecida por mais tempo, reduzindo o consumo de gás.
Termostato acende a chama sempre que a temperatura da água atinge um nível abaixo do programado (VTG).
Termostato eletrônico acende a chama automaticamente caso a temperatura da água atinja um nível abaixo do programado (VTG Automatic). Instalação vertical.
Maior Durabilidade: Tanque interno em aço carbono revestido com exclusivo esmalte vítrio.
Bastão de anodo de magnésio proporciona proteção extra contra corrosão.
Capa externa em chapa de aço laminada à frio e desengraxada, protegida com tinta anti-corrosiva, acabamento em esmalte sintético e polimerizado em estufa.
Segurança: Fecha automaticamente a passagem do gás caso a chama piloto se apague, eliminando o risco de vazamento (VTG).
Válvula de segurança alivia a pressão interna do reservatório quando esta ultrapassa o limite pré-determinado.
Dispositivo interrompe a passagem de gás em caso de falha na chama (VTG Automatic).
Flexibilidade: Opção de apoio elétrico, permitindo a utilização em eventual falta de gás.




Aquecedores de Água Solar




Os solares são compostos de grandes placas, geralmente colocadas no telhado, que reaproveitam a
luz do sol para gerar energia e aquecer a água. 
Uma alternativa econômica e ecológica para aquecer a água e ideal para quem deseja reduzir gastos com a energia elétrica!
Os aquecedores solares têm ganhado bastante espaço nos últimos anos e mais recentemente têm sempre sido cogitados como uma forma de melhorar a eficiência energética das construções, tornando-as mais sustentáveis.
O sistema exige espaço e exposição à insolação, por isso é quase sempre instalado no telhado ou laje das casas. É composto por uma série de placas de aquecimento (superfícies percorridas por filetes de água que são aquecidos pelo sol) ligadas por uma bomba a um cilindro de acumulação.
Em geral, esse cilindro também possui uma resistência e funciona como um boiler elétrico, seja para manter a água quente à noite, seja em dias de pouca insolação.
O sistema solar tem um custo de instalação mais alto do outras opções de aquecimento, mas a redução na conta de luz e gás deve, após determinado tempo de uso, compensar o investimento e gerar benefícios para o usuário. Para essa conta fechar, entretanto, é necessário que o uso seja constante. Assim, em casas de veraneio, a questão financeira deve ser analisada mais criteriosamente.
Além das tipologias descritas acima existe uma série de aquecedores comunitários, mais conhecidos como caldeiras, que são comuns em edifícios de apartamentos, hotéis, hospitais.
As caldeiras podem funcionar a gás, eletricidade ou até a lenha, e a sua escolha deve sempre ser baseada em uma série de questões muito específicas, realizada usualmente por profissionais da área de hidráulica.
Outras formas de se aquecer água estão em pesquisa, tanto em âmbito doméstico como nos de maior escala, e os próximos anos prometem novas tecnologias.
Um sistema básico de Aquecimento de água por Energia Solar é composto de coletores solares (placas) e reservatório térmico (Boiler).
As placas coletoras são responsáveis pela absorção da radiação solar. O calor do sol, captado pelas placas do aquecedor solar, é transferido para a água que circula no interior de suas tubulações de cobre.
O reservatório térmico, também conhecido por Boiler, é um recipiente para armazenamento da água aquecida. São cilindros de cobre, inox ou polipropileno, isolados termicamente com poliuretano expandido sem CFC, que não agride a camada de ozônio. Desta forma, a água é conservada aquecida para consumo posterior. A caixa de água fria alimenta o reservatório térmico do aquecedor solar, mantendo-o sempre cheio.


Em sistemas convencionais, a água circula entre os coletores e o reservatório térmico através de um sistema natural chamado termossifão. Nesse sistema, a água dos coletores fica mais quente e, portanto, menos densa que a água no reservatório. Assim a água fria “empurra” a água quente gerando a circulação. Esses sistemas são chamados da circulação natural ou termossifão.
A circulação da água também pode ser feita através de motobombas em um processo chamado de circulação forçada ou bombeado, e são normalmente utilizados em piscinas e sistemas de grandes volumes.

O Coletor Solar


Quando os raios do sol atravessam o vidro da tampa do coletor, eles esquentam as aletas que são feitas de cobre ou alumínio e pintadas
com uma tinta especial e escura que ajuda na absorção máxima da radiação solar. O calor passa então das aletas para os tubos (serpentina) que geralmente são de cobre. Daí a água que está dentro da serpentina esquenta e vai direto para o reservatório do aquecedor solar.
Os coletores são fabricados com matéria-prima nobre, como o cobre e o alumínio. Recebem um cuidadoso isolamento térmico e ainda vedação com borracha de silicone. Eles, têm cobertura de vidro liso e são instalados sobre telhados ou lajes, sempre o mais próximo possível do reservatório térmico.
O número de coletores a ser usado numa instalação depende do tamanho do reservatório térmico, mas pode também variar de acordo com o nível de insolação de uma região ou até mesmo de acordo com as condições de instalação.
O reservatório térmico é como uma caixa d’água especial que cuida de manter quente a água armazenada no aquecedor solar . Esses cilindros são feitos de cobre, inox, ou polipropileno e depois recebem um isolante térmico. A maioria dos modelos de reservatório térmico vem com sistema de aquecimento auxiliar elétrico, mas podem ser fabricados com sistema auxiliar a gás ou até mesmo sem esse recurso.
Os modelos de reservatórios térmicos variam de 100 a 20 mil litros. O tamanho do reservatório térmico, ou seja, o volume de água que ele é capaz de armazenar, é calculado pelos técnicos depois que o usuário responde a uma série de questões. No dimensionamento do aquecedor solar é preciso saber quantas pessoas vão usar o sistema diariamente, a duração média e a quantidade de banhos diários, quantos serão os pontos de uso de água quente, ou a dimensão da piscina, e assim por diante.
Para garantir que nunca haverá falta de água quente, todo Aquecedor Solar traz um sistema auxiliar de Aquecimento.
E quando o tempo fica muito nublado ou chuvoso por vários dias, ou quando a casa recebe visitas e o número de banhos fica acima do dimensionamento inicial, o sistema auxiliar - que pode ser elétrico ou a gás - entra em ação.
Ou você pode usar o chuveiro elétrico normalmente, sem complicações. Mas a verdade é que com o nível de insolação do Brasil, o sistema auxiliar de Aquecimento é acionado apenas poucos dias por ano.

Aquecedor de Água Elétrico



Os elétricos são usados em chuveiros e torneiras através da eletricidade.
Os aquecedores elétricos também podem ser divididos entre de passagem e acumulação, embora os de passagem sejam conhecidos por outros nomes.

Aquecedores Elétricos de Passagem




Aquecedores elétricos de passagem são os mais comuns, mas mal nos damos conta deles. Os chuveiros elétricos, aquecedores de torneiras (instalados sob ou sobre pia) e similares são aquecedores elétricos de passagem.
Sua eficácia é menor do que os de acumulação e geralmente são instalados diretamente no ponto de uso. Suas vantagens são o baixo custo e facilidade de instalação, visto que dispensam a tubulação de água quente.
No caso dos chuveiros e das torneiras elétricas há como desvantagem o alto consumo e, não é incomum, o baixo rendimento. Como consequência, a água pode não estar suficientemente aquecida nos dias mais frios ou, para atingir uma temperatura mais alta, pode ser necessário reduzir demais o volume de água, a ponto de o banho ficar desconfortável.
Mas o mercado oferece bons aquecedores de passagem, com capacidade de atender a mais de um ponto e ótimo nível de aquecimento. Seu custo é superior ao dos chuveiros elétricos e, o consumo, igualmente considerável.

Aquecedores Elétricos de Passagem Versáteis





O Aquecedor Versátil pode ser utilizado em diversos locais que necessitam de água quente, proporcionando maior utilidade ao produto. Ele funciona em qualquer posição e conta com engate e desengate extremamente rápidos, tornando-o prático e fácil de instalar. O aquecedor é a melhor opção para aquecimento de água para pias e lavatórios, não causando desperdício de água ou energia. Sua medida é de 13 x 20 x 24 cm, facilitando seu manuseio. Ele conta com refil de fácil acesso, que permite uma rápida troca de resistência.

Aquecedores Elétricos de Acumulação (Boilers)





Os aquecedores elétricos de acumulação são usualmente chamados de boilers. Tem formato similar aos aquecedores a gás de acumulação: uma espécie de grande cilindro metálico.
A água fica acumulada dentro deste cilindro e permanece aquecida por resistências elétricas. As vantagens desse sistema são sua eficácia na produção de água quente, o fato de a água chegar rapidamente ao ponto de consumo e a possibilidade de atender diversos pontos.
O que elimina parte da desvantagem deste sistema que é o alto consumo de energia, posto que ele trabalha ininterruptamente para manter a água aquecida.
Para reduzir o consumo, entretanto, é possível instalar um timer que aciona o sistema em determinado horário programado (a hora que você costuma chegar em casa, por exemplo), deixando o boiler desligado o restante do dia.


Sempre é bom contar com alguém especializado no assunto na hora de efetivar sua escolha. Para isso basta consultar uma empresa confiável, preferencialmente uma que trabalhe com diversos tipos de aquecedores, de forma a garantir um aconselhamento imparcial do vendedor.


E então, alguém usa o sistema a gás ou solar? 
O que me dizem, muita economia de energia elétrica?

Na minha construção foram colocadas as esperas para água quente a gás, que será na cozinha (1 torneira), no banheiro da suíte (1 chuveiro, 1 banheira e 1 torneira) e no banheiro social (1 chuveiro, 1 torneira). 
O aparelho que vou usar será o aquecedor a gás de passagem, que ficará dentro da garagem, na parede ao lado da lavanderia!
Agora preciso comprar um aquecedor que ofereça a litragem necessária para abastecer meus banheiros e minha cozinha!!
Ainda pretendo colocar o aquecimento solar, mas aqui na minha região o valor é alto, em média R$ 10 mil reais instalado.


Que tal fazer um Curso de Decoração?




59 comentários:

  1. Olá Grazi!! Já gostei do seu blog, só pelo nome e seu post foi uma verdadeira aula sobre aquecedores de água.
    Parabéns pelo blog, já estou te seguindo.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sandra!
      Obrigada!! Feliz que tenha gostado...
      Seja muito bem-vinda!!
      Beijão!

      Excluir
  2. Uau! Mega demonstração! Parabens sem duvidas agora!
    Bjaum

    ResponderExcluir
  3. Oi Grazi no meu apto nós temos aquecedor a gás, e realmente a economia é boa.Sem contar que a água do chuveiro sai em uma temperatura maravilhosa.Vejo tanta gente reclamando da temperatura do chuveiro elétrico nessa época de inverno e eu aqui com uma água super quente, uma maravilha.Na minha casa irei colocar aquecedor solar, e acredito que irei sentir saudades do aquecedor a gás. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sônia!
      Que bom saber!!!
      Economia e conforto é a parceria perfeita!! rsrs
      Mas acredito que com o aquecedor solar você terá mais benefícios...
      Beijão!

      Excluir
  4. Grazi, ainda bem que tocou nesse assunto!
    em casa nós deixamos só o encanamento pronto para o aquecedor solar para a torneira da cozinha, 2 banheiros com chuveiro e torneira e a lavanderia. Só a tubulação ficou 1.600 reais já contando com o encanamento pra aquecer a piscina. Por enquanto vamos ficar com a água fria e usar chuveiros elétricos, pois o sistema de aquecimento solar completo ficaria 6.000 reais!... e como estamos com a grana curta, preferimos deixar só o encanamento de água quente pronto, já que tem rasgar as paredes, e depois quando tivermos condições colocamos o boiler e as placas..... é claro que a economia de energia é boa, mas como é caro esse sistema de aquecimento né!
    Beijosss

    "A casa da Mi"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      É caro mesmo... mas o custo benefício é grande!!
      Você pagou barato a tubulação, pois eu paguei R$ 200,00 a mais e coloquei apenas para 2 banheiros com chuveiro e pia e a pia da cozinha!
      Mas essa sua tubulação serve também para o aquecedor a gás, e você poderia colocar ele agora que custa bem menos, vi nos sites tem até de R$ 500,00 que comporta tranquilamente o banheiro e a cozinha! É uma opção mais barata para economizar eletricidade... o aquecedor solar também não vou priorizar agora.
      Beijão!

      Excluir
  5. Oi Grazi, tudo bem?
    Então, antes de mais nada, qualquer que seja a sua opção, contrate uma empresa séria, honesta e idônea!!!
    Na reforma da minha casinha, optei pelo ssitema de aquecimento solar, comprei o equipamento mais em conta em uma loja de materias de construção, moral de história: o equipamento era uma porcaria, a empresa era uma porcaria e hoje tenho uma ação judicial tramitando para reaver os danos causados!!!
    Em relação ao aquecimento solar, por ter a água armazenada em um boiler, vale lembrar que o mesmo possui uma resistência elétrica dentro dele para manter a água aquecida nos dias em que a incidência solar é insuficiente. Lembro também que dependendo dos hábitos da sua casa (aqui todo mundo toma banho de manhã cedinho), vai usar mais a parte elétrica do boiler do que os benefícios solares.
    Existem estudos que comprovam que o aquecimento elétrico (torneiras e chuveiros elétricos) são os mais econômicos, levando-se em consideração também a perda de água que ocorre até a água quente percorrer a tubulação e chegar no chuveiro.
    Ou seja, nem sempre o que parece ecólogico, realmente é!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari!
      Que situação hein!! Mais uma vez o barato custou caro...
      Muito obrigada por essas informações, cheguei na conclusão que o aquecedor solar é perfeito para regiões do nordeste onde o calor é intenso, já para regiões como o sul que é o estado com temperaturas mais baixas do país a opção não é boa, porque além de investir no aquecedor tem que pagar a mesma coisa de energia elétrica se fosse chuveiro elétrico :(
      Já o aquecedor a gás acho que continua sendo a melhor opção para qualquer região, porque o gás é mais barato que a energia elétrica!!
      Que será o meu caso...
      Beijão!

      Excluir
  6. Oi Grazi,
    Eu tenho o gás em um banheiro e o elétrico no outro.
    Você sabe que eu gasto bem mais com o aquecedor a gás do que o elétrico.
    Com o gás, gasto um cilindro por mês, mais ou menos 160 reais e com o chuveiro elétrico,
    minha conta aumenta no máximo 30 reais. É claro, que não se compara o banho do chuveiro a gás é maravilhoso e o do chuveiro elétrico...
    O solar eu adoraria ter!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina!
      Mas será que nesse banheiro com chuveiro elétrico o uso não é menor do que o banheiro com gás? Penso que nesse a gás você e seu marido usam, e no outro seu filho, dai o uso já é dobrado com chuveiro e pia... E o gás que você usa é o natural ou de cozinha? Porque o de cozinha é mais barato. Pergunto tudo isso para saber certinho já que nunca usei!!
      Mas pelo que percebi, o solar é bom apenas para regiões muito quentes do nordeste, para regiões onde é frio de manhã e de noite e dias nublados já será usado o boiler elétrico direto, dai o gasto fica até maior :(
      Beijão!

      Excluir
  7. Oiii


    nossa este post foi tudo de bom hein??
    quanta informação.. adorei demais
    bjinho

    www.enquanto-isso.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Grazi que legal esse post, super informativo.
    Na minha casinha não vai ter, pq realmente não faz frio que mereça um investimento em aqueçedor, faz muito mais calor que frio,mas é uma ótima aquisição!
    bjos 1000 querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pati!
      Que bom que gostou!!
      Onde é muito calor, o bom é o solar para economizar nos chuveiros de quem gosta de banho morno, rsrs... mesmo assim o valor é alto e as vezes não compensa!
      Beijão!

      Excluir
  9. Grazi, excelente post! No apê, ficarei com os chuveiros elétricos. Aqui no Rio o calor é insuportável, contudo adoro um banho morno, não abro mão, rsrsrs. Bjkas, flor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Que bom que gostou!!
      Também não abro mão do banho morno no verão, é tão relaxante, rsrs
      Beijão!

      Excluir
  10. Passando para te desejar uma ótima sexta!!
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida!!
      Para você também e um ótimo fim de semana!!!
      Beijão!

      Excluir
  11. Oiii vizinha tive um curso de aquecedores com você rsrsrs. Muito bom e obrigada pela visita..


    Bjss

    ResponderExcluir
  12. Oi Grazi, teus posts sempre são muito informativos, parabéns, eu vou usar gás em tudo, espero que o custo não fique muito elevado.

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Acho que a melhor opção para nós aqui do sul!!
      Espero que a economia na eletricidade seja grande! rsrs
      Beijão!

      Excluir
  13. Olá!
    Ameeei o seu blog e a dica dos aquecedores!
    Se puder dá uma passadinha no meu e deixa um comentário?
    Meu mundo, Meu quarto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida!
      Que bom que gostou!!
      Vou lá visitar sim...
      Beijão!

      Excluir
  14. Grazita!!!! Que aula, hein, amiga?! arrasou nas explicaçoes.

    Grazita, vou estar com meu blog temporariamente fechado por falta de tempo, depois que eu me organizar melhor eu volto, viu?rsrsrrs...

    Fique com Deus!

    Beijocas!

    Cris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!!!
      Que bom que gostou :D
      Não acredito que vai fechar ele... sentirei saudades!! Mas promete que volta logo e não nos abandona viu!! rsrs
      Beijão, fique com Deus!

      Excluir
  15. Ótimas dicas sobre aquecedores de água, aqui em casa tenho aquecedor solar, e não tenho do que reclamar é muito bom além do mais economizamos muito com luz. Até mais
    http://desejoserperfeita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kati!
      Depende a região acredito que seja a melhor opção mesmo!!!
      Aqui no sul no alto verão até que se aproveita mais o solar, mas nas outras estações de manhã e a noite iria usar a energia elétrica do boiler...
      Beijão!

      Excluir
  16. Na minha casa será aquecedor solar. Acho que o de gás não deve ser muito usado aqui pq nunca ouço falar, será que que não tem perigo de explodir...........kkkkkkkkkkkkk

    Abraço

    ResponderExcluir
  17. Ola Grazi,

    Estudo muito bem elaborado. Para ajudar gostaria de recomendar o link http://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2010/05/chuveiro-eletrico-e-mais-economico-que-aquecedores/3101. Ele fala e um estudo comparando todos os meios descritos aqui feito pela USP em 2010. Faz todo o sentido, pois no sistema a gás existe um desperdício de agua do momento em que você abre a torneira até o da agua ficar quente. O sistema a gás é o que proporciona o maior conforto e o que desperdiça mais recursos. Abraço. Rodnei

    ResponderExcluir
  18. Ola Grazi,

    Estudo muito bem elaborado. Para ajudar gostaria de recomendar o link http://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2010/05/chuveiro-eletrico-e-mais-economico-que-aquecedores/3101. Ele fala e um estudo comparando todos os meios descritos aqui feito pela USP em 2010. Faz todo o sentido, pois no sistema a gás existe um desperdício de agua do momento em que você abre a torneira até o da agua ficar quente. O sistema a gás é o que proporciona o maior conforto e o que desperdiça mais recursos. Abraço. Rodnei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii!
      Que bom que gostou!!
      Obrigada pelo link... vou olhar!
      Tem esse ponto negativo do desperdício de água, mas acho que não é tanto... depende da distância do ambiente que ele está do aquecedor!!
      Abraços!

      Excluir
  19. Alguém sabe me informar alguma análise de eficiência (lugar neutro e não do fabricante) entre placas convencionais de aquecimento solar e placas de tubo a vacuo? Não encontrei nenhum comparativo concreto, com números, sobre esses 2 tipos.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Não sei te informar, pois ainda não sabia da existência dessas placas de tubo a vácuo!!
      Pelo que pesquisei e vi, essas de tubo a vácuo ser melhor mesmo que as placas de aquecimento solar, pois não ficam expostas a dia nublados, chuvas e vento, e as perdas de calor são extremamente reduzidas.
      O coletor de tubo de vidro a vácuo é a mais atual e avançada tecnologia na área de aquecimento solar de água. Utiliza um tubo de vidro de parede dupla, construído com vidro de borossilicato de alta resistência. Devido ao vácuo existente no espaço confinado entre as paredes e o tubo, o sistema não sofre interferência do meio externo (vento, chuva e dias nublados) e as perdas de calor são extremamente reduzidas. Além disso, a parede interna é revestida por várias camadas de filmes à base de nitrato de alumínio, um material com excelente capacidade de absorção de calor, tornando o processo de aquecimento muito mais rápido e eficiente.
      Beijos!

      Excluir
  20. Eu sou do interior do Paraná - uma região fria durante pelo menos metade do ano - e a gente sempre teve aquecimento a gás em casa (desde 1980). Não temos o hábito de tomar banho pela manhã cedinho, mas são poucos os dias em que precisamos usar a parte elétrica do aquecimento. Talvez chegue a 60 dias por ano, se muito, e como a famíiia toma banho mais ou menos no mesmo horário (fim da tarde, ao chegar do trabalho), ligamos no meio da tarde e desligamos depois do jantar (geralmente todos já tomamos banho nesse horário).

    É um sistema bastante econômico, mesmo contando os custos de instalação, porque dura muito tempo e esse investimento e diluído ao longo do tempo de uso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!
      Seja muito bem-vinda ao blog!!!
      Obrigada pela informação! Acredito que o aquecimento a gás seja o mais favorável, principalmente aqui no sul que faz muito frio!!
      Beijos!

      Excluir
  21. Ola, parabéns pela postagem, uma verdadeira aula sobre aquecedores. Cheguei aqui pois na minha rua estão instalando o gás natural (Comgas) e estou na maior dúvida se troco o sistema atual elétrico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Que bom que gostou do post!!
      Vale a pena trocar se sua região é muito quente, tipo nordeste!!!
      Abraços!

      Excluir
  22. Oi! Desfazendo uma lenda urbana...
    Aqui em casa medi com relógio:
    Abri a água 2 segundos já ouvi a ignição do aquecedor e
    com mais 18 segundo a água chegou na temperatura máxima e já era necessário abrir a água fria em cima para temperar...
    Na casa da minha irmã demora muito mais pois o boiler está longe do banheiro...
    E não há como mudar... pois o boiler tem que ficar perto das placas coletoras solares...
    Que tem que ficar no último andar (telhado)!
    Um ABRAÇO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos!
      Obrigada pela informação... ixi, então no inverno tem que passar um friozinho maior até sentir a água na temperatura ideal!! rsrs
      Aqui no sul não sei se é vantagem colocar, porque no inverno, se o banho for de manhã ou a noite, o aquecimento solar não vai funcionar, e no restante do ano não vai ser muito diferente... já o aquecimento a gás dizem que gasta mais em gás do que em energia elétrica do chuveiro!!
      Abraços!

      Excluir
  23. ...continuando a desfazer as lendas urbanas...
    O Gás Liquefeito de Petróleo (GLP - Botijão) custa 1/3 da energia elétrica equivalente!
    O Gás Natural (GN - Encanado) custa 2/3 da energia elétrica equivalente!
    (valores aproximados para uso em aquecimento de água para banho)
    A questão que engana muito é o fato de um chuveiro elétrico ter potência em torno de 5.000W e
    um aquecedor a gás pequeno (6,5 litros/minuto) ter potência en torno de 11.000W, ou seja,
    como sabem que o gás vai ficar mais barato já fazem um equipamento visando mais conforto na quantidade e temperatura da água...
    Já aproveito para deixar duas dicas:
    1 - Utilize um aquecedor para cada ducha assim você evita que outra pessoa comece o banho e desregule sua vazão e temperatura (a exceção é os aquecedores com regulagem digital que acredito não serem compensadores pelo preço de compra). A potência deve ser 6,5 a 10 litros/minuto em locais com temperatura mínima de 15 ºC. E 10 a 15 litros/minuto em locais com temperatura mínima abaixo de 15 ºC (no Brasil que normalmente não tem mínimas de -20 ºC ou menos...).
    2 - Se você não quer sentir o friozinho inicial (eu gosto), e para aqueles que utilizam chuveiro de baixa potência em locais frios eu acredito que a melhor solução é utilizar um aquecedor de ambiente!, e deve ser daqueles que são um espécie de ventilador pequeno com uma resistência atrás (tipo um secador de cabelos...) os outros modelos costumam ter um consumo excessivo!
    *Os dimensionamentos de cada caso devem ser feitos por um Engenheiro;
    Um Forte Abraço e Dê Notícias se Acertei!

    ResponderExcluir
  24. Oi Grazi, acabei lendo tudo e agora estou confusa.Estamos construindo uma casa no parana,bem frio no inverno, pensamos no aquecimento solar ou o a caldeira a gas para a parte de cima da casa, para aquecer 2 banheiros com chuveiros e torneiras,4 radiadores (quartos), alem da torneira da cozinha. Utilizaremos lareira na parte de baixo onde aquecera o chao(piso radiante) apenas na sala e cozinha. Agora estou na duvida entre o solar e a caldeira a gas, o que voce me sugere?Obrigada

    ResponderExcluir
  25. Oi Douglas!
    Também sou aqui do sul, e o inverno é bem rigoroso mesmo!!
    Constatei que as placas solares são ótimas para estados sempre quentes, porque quando o sol não der conta no inverno, o que vai funcionar é a energia elétrica do boiler e dai não vai mudar nada na economia... já com aquecimento a gás, quem usa diz que a água vem super quente e assim você só gasta com o gás e não com a energia elétrica! Então com certeza o aquecimento a gás, por aquecedor, esse a caldeira não conheço!!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  26. Oi Douglas, oi Grazi!
    Vou tomar a liberdade...
    A caldeira realmente é se não a melhor uma das melhores para seu caso!
    Só que o gás é muito nobre para caldeiras... já que voce vai gastar com um csistema de caldeira acredito que vale procurar caldeiras com combustíveis mais baratos... tipo uma caldeira a óleo.
    Um ABRAÇO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos!
      Obrigada pela informação!!
      Abraços!

      Excluir
  27. Olá Grazzi, li todo seu tópico, inclusive comentários, parabéns pelo conteúdo reunido.
    Eu tb pesquisei bastante, já tenho no meu apto a 14 anos aquecimento a gás e estou pesquisando tb o solar para minha casa q vou construir. Gostaria de ter a liberdade de fazer algumas citações sobre o tema, inclusive sobre alguns pontos q vc cita:

    1. O sistema solar não é só para o nordeste, ele não precisa de calor, precisa de raios solares, mesmo q com baixa temperatura, são eles os responsáveis pelo aquecimento dos coletores, logo o que inviabiliza o sistema são regiões mto nubladas ou mto perto dos polos onde o dia é mto curto.

    2. O custo/ beneficio vai depender do uso de cada um, claro que qto mais for usado, mais viabiliza um investimento em outro sistema, mas deve-se considerar tb custos diversos como limpeza periodica dos coletores, manutenção, conforto extra ao banho etc., e isso vai da ponderação de cada um

    2.2 escolher sistema mais barato é uma conta mto dificil realmente, no meu caso nos primeiros anos foi mais barato, atualmente acho q está mais caro, por dois motivos:a) o gás utilizado não é o botijão de 13kg q é barato pois tem subsidio, esse tem pouco pressão, esse até daria pra usar, mas precisaria ligar varios juntos ou instalar um equipamento para aumentar a pressão de gás no aquecedor, o que é viave pois compensa em mto o investimento versos o preço do gás no butijão de 13kg. e B) porque com o gás vc acaba tendo um banho mais gostoso, BEM MAIS, a minha ducha por exemplo gastá incríveis 40 litros por minuto, tenho certeza q se eu colocasse uma com vazão igual a de um chuveiro elétrico sairia bem mais barato, mas eu não quero isso, eu quero pagar a mais por esse conforto, conforto esse q não é possível com um chuveiro elétrico. Sempre q viajo, o que sinto mais falta é o chuveiro de casa... Essa questão deve ser ponderada por cada um tb.
    Eu e minha esposa gastamos cerca de 110 reais com gás e água no verão e uns 150 no inverno, já q no inverno aumentamos a potencia do gás para aumentar o conforto e ter um banho bem quente e com boa vazão, coisa impossível num chuveiro elétrico.
    Outro ponto que me agrada mto, apensar de não acontecer com frequência, é q qdo falta energia elétrica enqto todos ficam sem fazer nada olhando pra uma vela, eu posso aproveitar o momento para tomar um banho a luz de velas...

    Portanto finalizando esse mito, o gás gasta mais simplesmente pq vc acaba querendo consumir mais pra aumentar o conforto.

    3. O gasto da água na tubulação: apesar do aquecedor ficar na area de serviço, ele é ao lado do banheiro, minha instalação ficou bem curta e é bem rapido o aquecimento, com um balde medi o tento de agua fria q perco por banho, multipliquei por 2 (eu e minha esposa), vezes 30 dias, vezes o preço do m³ de agua, sabe qto deu a mais? R$ 0,36 centavos.

    3.2 alguem deu uma dica ai acima de instalar um aquecedor pra cada banheiro (ou no maximo 2 se for um do lado do outro, se puderem projetar a casa antes já pra isso, vale mto a pena sim, um aquecedor pra um ponto só é bem barato e eficiente, pra dois ou tres pontos aumenta mto o preço e tem esse problema de ter q esperar mto pra chegar a água quente.

    4, o melhor custo beneficio q eu cheguei é o sistema proposto pela "sociedade do sol", um misto de aquecedor solar de baixíssimo custo com complemento elétrico no chuveiro com um dimmer. Veja, não estou dizendo q é o melhor, apenas q é o q identifiquei com o mais econômico, ele é um projeto aberto cuja a instalação fica em torno de 300 reais. O melhor pra cada um como disse, dependerá do que cada um quer, como mtos procuram apenas pelo preço, citei ai e quem tiver interesse pode facilmente achar o projeto gratuito no google.

    espero ter contribuido,
    abç Danilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Danilo!
      Contribuiu sim!!!
      Obrigada pelas informações, sempre será útil para quem passar por aqui.
      Só uma observação sobre o tópico 1, sei que não é apenas para o nordeste, rsrs... mas aqui no sul, banhos quentes em dias nublados iria usar o boiler, então a energia elétrica seria ativada no sistema solar e não as placas em si, o que acabaria sendo mais viável o chuveiro elétrico do que gastar no mínimo 10 mil nesse sistema e não ter esse retorno de economia suficiente para compensar o investimento!!
      Abraços!

      Excluir
  28. Oi Grazi, sempre acompanho seu blog, as postagens são muito interessantes e super úteis. Na minha casa eu irei colocar um chuveiro elétrico mesmo, porém as duchas de metais são mais bonitas então pensei em colocar uma ducha com um aquecedor elétrico.Gostaria de entender melhor a diferença e os custos de se colocar um chuveiro elétrico ou uma ducha com aquecedor elétrico. O meu consumo de energia aumenta mais com um aquecedor elétrico do que com um chuveiro elétrico? Para duchas (chuveiro) só existem aquecedores elétricos de acumulação? Pesquisei sobre os de passagem mas só vi para torneira. Muito obrigada pelas dicas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Su!
      Obrigada!! Feliz que tenha gostado :)
      Como não coloquei o gás encanado ainda não tenho experiência próprio com o aquecimento a gás... mas pelo que entendi se torna a mesma coisa em consumo quanto ao elétrico! Mas a vantagem do aquecimento a gás que você terá um banho com mais pressão e mais quente!!! Essas duchas prateadas quadradas só para aquecimento solar ou a gás mesmo... elétrico só os chuveiros e duchas convencionais, eletrônicas ou digitais igual a que comprei e estou amando... com controle remoto, super prático e com pressurizador que aumenta muito a pressão da água!!
      Beijos!

      Excluir
  29. Existe aquecedor elétrico de passagem parece que um deles é o Cardal...
    Mas muito fora de uso pois pode aumentar sua conta de luz em 150, 200 reais...
    A respeito do botijão de 13kg de GLP ele tem pressão para qualquer aquecedor a gás, precisa até de um regulador de pressão...
    Um Forte Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos!
      Até que os aquecedores a gás são modernos e consomem pouca luz, esses mais antigos nem pensar... rsrs
      Sim, o aquecedor a gás tem pressão forte, dizem ser o melhor banho no quesito pressão e água quente!!! Diferente do chuveiro elétrico ou eletrônico que necessita pressurizador para as casas...
      Abraço!

      Excluir
  30. Oi, Grazi.

    Quanto ao aquecedor solar ser mais caro e não ter vantagem, isso é um erro. Afinal a conta é em cima de um chuveiro e não te dois ou três. Os meus pais tem e vale muito a pena. A temperatura que quer no boiler, você regula. Não coloquei ainda em casa por falta de grana, mas assim que der coloco. Trabalho nesta área e sei o quanto é vantajoso. Quanto ao desperdício de água fria, vc deve fazer uma tubulação de retorno e usar uma bomba de retorno desta água, assim não desperdiça a água fria. Deve tomar cuidado mesmo com marcas e instaladores, tem muito picareta por ai. Bjs, Daniele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      Obrigada pelas informações!!
      Realmente a marca e quem instala faz toda a diferença.
      Beijos

      Excluir
  31. Olá,

    Estou pesquisando sobre aquecedores solar.
    Penso em fazer um sistema híbrido com solar / gas ao invés de gas/elétrico.
    Sobre o desperdício de água fria ao ligar a torneira, dependendo da distancia do boiler ou do aquecedor solar, ambos terão esse problema. Há um tipo de bomba de circulação que é acionada por alguns segundos ou minutos antes de abrir a ducha, desta forma já fica a água quente ali próxima do misturador pronta para uso.

    Qual tubulação usou? cobre ou cpvc?

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Willian!
      Interessante... acabei não usando aquecedor a gás ainda, deixei apenas a espera.
      Abraço!

      Excluir
  32. Existe alguma razão para a água fria passar pelo boiler primeiro para depois ir para as placas? Elas não podem ir direto da caixa d'água para as placas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que seja mesmo para o armazenamento dessa água aquecida!

      Excluir


NÃO ALTERE NEM MOVA ESTE GADGET!



Custom Search
Pin It button on image hover