Construindo Minha Casa Clean: Prezada Empregada Doméstica!!!

Prezada Empregada Doméstica!!!


Depois dessa nova lei... ótima!!!



Quero cumprimentá-la porque, finalmente, a sua classe passou a ter os mesmos direitos do restante dos trabalhadores do nosso país. Agora as suas horas extras serão remuneradas, você terá direito ao FGTS, se...guro desemprego, intervalo na jornada de trabalho e mais uma série de benefícios. Parabéns pela conquista!

Mas, posso informar-lhe que, para mim, pouca coisa mudará... Afinal estou acostumada ao dia a dia do mercado de trabalho e, com certeza, saberei me adaptar rapidamente às novas regras. Apertando um pouco mais o orçamento, conseguirei pagar todos os ônus da nova lei, porém me preocupo com o novo tratamento que terei de dar a você, pois “para todo bônus, o seu ônus”.Você será reconhecida por mim, financeiramente, mas precisará comprovar-me que está apta a ser tratada como profissional. Adeus às velhas desculpas de que o ônibus atrasou... Agora tenho que registrar sua entrada e sua saída, para computar as horas extras a que você tenha direito...Não me peça para não descontar suas faltas! Inevitavelmente terei que contribuir para um fundo de garantia por seu tempo de serviço [FGTS] e, por isso, você precisa vir trabalhar.Lembre-se, também, que não aceitarei as desculpas de que você não sabe cozinhar, passar, lavar roupas, pois estas aptidões são necessárias para o seu trabalho. Siga as minhas orientações e cumpra as minhas determinações.Para atender às necessidades do meu lar, tal como acontece nas empresas (veja o comércio), busque a capacitação e a reciclagem, esteja atenta às boas relações interpessoais, para que eu possa honrar com prazer os seus direitos ora adquiridos.Não vale mais ser doméstica e estudar datilografia (ah! Isso era antigamente, agora é informática...), ou passar horas mexendo e aprendendo tudo do celular ou ouvindo radinho sem se importar em esmerar-se para atender às necessidades do meu lar, pois isso é o que o seu emprego requer!... Deixe o lazer para o período de descanso...Você alcançou uma posição privilegiada, é uma profissional com todos os direitos da Consolidação das Leis do Trabalho, igual a qualquer empregado de uma empresa, embora meu lar e a minha família não se enquadrem nessa categoria e não tenham fins lucrativos. Portanto, acostume-se a ser advertida, afinal tarefas não realizadas contarão também para demissão por justa causa.Prejuízos ocasionados pela má utilização dos pertences de minha residência [seu local de trabalho], serão tratados como patrimônio, que você terá obrigação de zelar e ressarcir-me, caso venha a danificá-lo. E isso inclui as minhas roupas que você costuma manchar ao lavar e/ou queimar ao passar. Mas não se preocupe, quando eu fizer a reposição do item por outro igual, apresentarei o cupom fiscal a você.

Sentirei no bolso, é verdade, mas a grande privilegiada será você, pois até que enfim alguém pensou em sua classe, no seu crescimento pessoal e profissional, espero que com a aquisição de todos esses benefícios você consiga manter-se no mercado de trabalho , buscando sempre o aprimoramento profissional.
Espero, ainda, que esse pouco dinheiro que chegará às suas mãos, uma vez que grande parte dele vai mesmo ficar para o governo, lhe dê condições de sustentar a sua família, pagar os cursos que você precisa fazer e ainda assim ser a amiga e companheira que nos auxilia ao longo de nossas vidas.

Atentando para tudo isso, nossa relação de amizade não sofrerá a menor mudança. Respeito o seu trabalho, preciso de sua ajuda em meu lar e confio no seu potencial. Por isso, espero que essa nova lei seja um marco para nós duas.

Um abraço e muito sucesso para você!

Sua patroa.




Recebi por e-mail e achei muito interessante... afinal, direitos iguais para todos!! 

PEC das Domésticas



Direitos das Diaristas



Gostaram?


Que tal fazer um Curso de Decoração?


24 comentários:

  1. Pois essa evolução foi bom e talvez justo pra elas, mas acabou com o meu sonho de deixar de ser a empregada dessa casa....rsrsrs....

    Ás vezes fico pensando que além de não termos fins lucrativos a doméstica nos dá uma despesa com alimentação durante o dia (café da manhã, almoço, lanche, janta, sobremesa, frutas, banho.....)que o empregado de empresa não dá pro empregador. Sei que é justo que a doméstica tenha alguns desses direitos, mas tem uns......


    AAAAAHHHHHHHHHHHHHH......EU SOU TOP COMENTARISTA?????????.............kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.......... muito doida eu........kkkkkk

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digo: "Pois essa evolução foi BOA e talvez JUSTA...", escorregando no português.....rsrsr...

      Excluir
    2. Oi Di!
      Viu só!! Você a top das top comentaristas aqui do blog!!! rsrs
      Muito obrigada pelo carinho de estar sempre aqui acompanhando e comentando, pelo menos assim sei que as pessoas estão lendo!!
      Pois é, essa lei foi justa com elas porque tem patrões que exploram, mas em contrapartida tem empregadas que abusam da bondade dos patrões, e depois dessa lei certamente esses gastos com alimentação e banho serão descontados no salário, senão não há quem vença dar conta de mais um membro na família!
      A melhor opção é uma diarista duas vezes por semana, pelo menos para o serviço mais pesado, já ajuda muito, ainda mais no caso de famílias grandes!!
      Beijos!

      Excluir
    3. Depois fiquei pensando aqui: Top comentarista? Será que isso é bom? Acho que tô é falando demais......huummmm....vou ter que ficar mais quieta..... :/

      Excluir
    4. Claro que isso é bom!
      Aqui a nossa terapia é gratuita e de ambas as partes, kkk
      Fale mais que eu está me fazendo muito bem, rsrs... queria que todas as vizinhas fossem assim!! :D
      Beijos!

      Excluir
  2. Oiii


    vc disse tudo!! Empregadas domésticas ralam pra caramba e possuem um emprego muito difícil por estarem ali lidando com nossas manias mais íntimas... Além disso, elas são pessoas em quem confiamos senão não entrariam na nossa casa... E pq não terem os direitos de qualquer outro trabalhador!! Chega a me dar nokinho de gente criticando as novas regras unica e exclusivamente pq não vao conseguir pagar mais quem limpe suas sujeiras...

    Quer dizer que elas nao devem ter direitos para que vc possa pagar?? Não tem nem comentários


    bjinho

    www.enquanto-isso.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara!
      Bem isso!!
      Como comentei acima, tem empregadas que eram exploradas pelos patrões, já outras que exploravam os mesmos... na verdade, na grande maioria elas por se tornarem quase membros da família tinham muitas mordomias, ganhavam muitas coisas, vestes, calçados, comidas, banho, horário flexível e assim se você colocar na ponta da caneta as vezes por mês ganhava em coisas até mais que o próprio salário, mas em contrapartida já outras tinham que trabalhar horrores e ainda ganhando muito pouco sem valorização pessoal e profissional... assim claro que foi mais que justo para a classe essa nova lei!!
      Beijos!

      Excluir
    2. O texto dá a entender que é uma patroa boa falando a empregada que tinha mordomias, e agora vê que devido o aumento no salário não terá condições de continuar mantendo esses privilégios, e vê também que a maioria das empregadas terão que começar a se especializar com cursos de limpeza e culinária para ter seu lugar ao sol a partir de agora, o que por um lado vai ser prejuízo para as que tinham as mordomias... já para as que eram exploradas o contexto é outro, porque estarão recebendo no mínimo o justo que antes não recebiam!!

      Excluir
  3. Oi Grazi,
    Eu concordo que junto com direitos vem também deveres.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina!
      Exatamente isso que o texto quer dizer!!!
      Beijos!

      Excluir
  4. Arrasou! Porque agora elas sim terão seus direitos, e nós o direito de cobrarmos com mais rigidez. Adorei vou repassar! Bjaum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sessa!
      Fiquei feliz com essa nova lei em relação a essas trabalhadoras maravilhosas, mas principalmente para as que eram exploradas, com serviços e horários fora do limite, sem receber por isso e pior para manter o emprego, ficavam apenas com um salário mínimo possível para classe! E geralmente essas não tem patrões bons que dão mordomias e presentes!!
      Digamos que agora a relação trabalhista ficará mais organizada, cheia de direitos e deveres, só o que não vai favorecer muito para as que já tinham muitas regalias...
      Beijos!

      Excluir
  5. Grazi, acho muito justo que eles tenham conquistado esses direitos. E também acho muito justo que agora os patrões possam cobrar tudo que foi listado de verdade. A verdade, é que tinha muito empregado doméstico super folgado.
    De qualquer forma, continua sendo uma classe da qual, eu espero, nunca venha precisar. Fico nos diaristas mesmo. Mais simples. rs

    Beijoooos
    Dany

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dany!
      Bem isso, como em todas relações, sempre tem os empregados folgados, mas como é a parte mais fraca, preferível eles que os patrões que exploram!
      Sei bem como funciona, tem pessoas e pessoas, quanto a meus pais sempre foram patrões maravilhosos, tem orgulho deles por isso e não a toa que os empregados ficavam com eles no mínimo 10 anos... já passaram pessoas que não duraram meio ano e que era uma vergonha! Aqui no apê eu me viro, mas para minha casa prefiro diaristas e revezar entre uma e outra, mais pela privacidade, não gosto de ter uma terceira pessoa diariamente vendo e ouvindo o que se passa no particular do nosso lar e enquanto não eu não tiver filhos as coisas ficam limpinhas e organizadas por mais tempo, rsrs
      Beijos!

      Excluir
  6. oi Grazi

    Com certeza esta relação mais profissional vai ter seus prós e contras.
    No momento não tenho nem faxineira, não tenho com o que me preocupar.
    Só penso que todos merecem respeito e acho que no fundo o trabalho delas vai ficar mais difícil sendo mais cobrado.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Bem isso!!
      E claro, ficará mais do que justo para as que eram exploradas, horários e serviços fora do limite e sem receber por isso, abuso de patrão folgado!
      Beijos!

      Excluir
  7. Olha que esclareceu algumas dúvidas que eu tinha, eu tenho uma tia no interior que é diarista e outra que é empregada doméstica, elas nunca tinham trabalhado na vida, mas depois que se divorciaram dos maridos, tiveram que andar com as próprias perna$$$, enfim, acho que os direitos e deveres assim bem determinados são excelentes para ambos os lados.
    Provavelmente no ano que vem vamos contratar uma diarista, se eu voltar mesmo a trabalhar fora, como o apê é pequeno e somos só nos dois, acho que uma boa faxina por semana resolve, depois vamos mantendo.


    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Val!
      Que bom que o post foi útil!!
      Aqui no apê sendo só nós dois sempre resolveu uma faxininha por semana e todo dia uma pincelada na arrumação e limpeza básica... rsrs
      Já na casa penso numa diarista para o mais difícil, mas não semanal!!
      Beijos!

      Excluir
  8. Na casa do meu pai sempre tivemos empregada doméstica, desde que eu era bem pequena e a atual está lá há uns 10 anos... é muito difícil encontrar pessoas de confiança e que façam o serviço direitinho... quando a gente acha é uma jóia rara!... eu e meus irmãos até nos apegamos com as nossas empregadas!
    pena que hoje em dia está cada vez mais difícil de se encontrar profissionais boas, pois é um emprego duro se comparado a outras profissões. Quanto a lei, eu acho muito justo, pois é uma profissão como outra qualquer, mas com direitos vem responsabilidades, como horário e qualidade de serviço.
    Na minha casa eu vou ter apenas uma diarista pra fazer uma faxina por semana, pois como trabalho meio período consigo fazer as tarefas domésticas.

    Ótimo assunto Grazi!
    Beijosss

    "A casa da Mi"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Tivemos uma história bem parecida, meus pais também sempre tiveram empregados, alguns ficaram mais de 10 anos outros quase!! E como eu e meus irmãos éramos crianças se apagamos mesmo e até hoje quando vejo trato com muito carinho como se fosse alguém da família! Mas como você disse, hoje está cada vez mais difícil pessoas honestas, e o pior é as pessoas boas que eram exploradas por patrões abusados!! Agora ficará justo para ambas as partes...
      Beijos!

      Excluir
  9. Muito bom!!Ótimo post!!Já era para ser assim a muito tempo!bjsss Dani
    http://minhaminimansao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


NÃO ALTERE NEM MOVA ESTE GADGET!



Custom Search
Pin It button on image hover