Construindo Minha Casa Clean: Tipos de Pisos!!! Qual Escolher? Do Porcelanato ao Mármore!

Tipos de Pisos!!! Qual Escolher? Do Porcelanato ao Mármore!


Qual o melhor para sua casa?


Estou na maior dúvida de qual piso usar na área externa da minha fachada, o que ficará na entrada da garagem, da porta e na calçada! Muitas de vocês já construíram e vão poder me ajudar nessa indecisão!! rsrs
Os diferentes climas pedem diferentes materiais de revestimento no piso. Mármore, granito, pedras refratárias e porcelanato e cerâmicas são boas opções para climas quentes. Já madeira, laminado e carpete são os mais recomendados para climas frios. Os rodapés devem, preferencialmente, seguir o mesmo material do piso. No meu caso, usei rodapé branco Santa Luzia e amei o resultado!!! Usei no hall de entrada, salas, lavabo, sacada, cozinha e na lavanderia - porcelanato polido retificado A Studiogres bege liso 60 x 60 cm, na garagem e nos banheiros - porcelanato esmaltado retificado A Manhatam Super Bianco P4, 62 x 62 cm, nos quartos e mezanino - laminado Durafloor  Peroba Gris! Quem perdeu, confere como ficou os rodapés com o porcelanato nas salas e o laminado nos quartos aqui.

1- Sala com piso vinílico que imita madeira e rodapés branco!

Apenas para áreas internas!


Piso Laminado


É um piso que possui bela apresentação, fácil instalação e não risca com facilidade. Deve ser instalado nas áreas como salas e dormitórios. Cuidado, pois o contato com água ou qualquer outro tipo de umidade pode causar danos ao produto. Apesar de ser facilmente instalado, é preciso estar atendo ao nivelamento do piso ou contrapiso que irá recebê-lo. Em caso de desnível, será preciso refazer a estrutura para assentar o piso.
Laminados são placas revestidas de fórmica, que imita madeira. São placas muito finas (8 mm) revestidas de fórmica que recebem a impressão de texturas e cores de madeira. Elas são colocadas sobre mantas de polietileno, que protegem da umidade e funcionam como isolante acústico. Preço a partir de R$ 50,00 m².


2- Sala com laminado que imita madeira!

3- Sala com laminado e rodapés de laminado!

4- Sala com laminado claro e rodapés branco!


Piso Vinílico, de Vinil ou PVC



O piso de vinil tem se tornado o queridinho em projetos modernos, pois é possível fazer desenhos com recortes do piso. Também é uma opção mais ecologicamente correta quando fabricado a partir de materiais reciclados. Este tipo de piso é macio e térmico, proporcionando conforto. É indicado para ambientes internos. As diferentes padronagens disponíveis imitam a textura de outros materiais como a madeira. Pode ser encontrado em forma de tapete, placa ou manta, dispensam argamassa na instalação e normalmente são fixados com cola. É resistente ao atrito, não arranha, é fácil de higienizar, dá sensação de conforto... As fábricas costumam dar de 10 a 15 anos de garantia. É bom evitar seu uso em banheiros, pois o contato constante com água e umidade pode comprometer o desempenho da cola. Não é recomendada a aplicação de pisos vinílicos sobre madeira. Antes de instalar o piso vinílico sobre cerâmica, esta deve receber um tratamento especial. Tem os vinílicos que imitam o couro, oferecendo mais requinte para o ambiente!
Cuidados para a manutenção:
- Objetos pontiagudos podem cortar a manta.- A limpeza pode ser manual ou por máquina.
- Os produtos mais indicados para manutenção são: cera acrílica, detergente neutro, removedor acrílico e selador.

5- Sala com piso vinílico!

6- Suíte com piso vinílico! O bom que pode molhar, diferente do laminado!


Piso Assoalho de Madeira



Há uma grande variedade de assoalhos de madeira com diferentes tamanhos, formas e cores. Dentre as principais características, podemos destacar:
- Sinteco, resina Bona, resinas em geral, pátina, clareamento ou abanização. São tipos de acabamentos que aumentam ainda mais a diversidade das composições.
- Os tacos, as tábuas ou parquês, além de aquecerem o ambiente, oferecem uma sensação de aconchego e tranquilidade.
- Podem ser assentados de várias formas, com diferentes desenhos. Os mais comuns são os dispostos em forma diagonal, longitudinal, espinha de peixe, entre outros.
- Lembre-se que acabamentos mais foscos riscam menos e dão maior sensação de aconchego. Além disso, para cada tipo de assoalho é necessária uma preparação diferenciada do contrapiso.

O assoalho ou taboão pode ser feito de muitas madeiras, como a cumaru, tauari e ipê (de baixo para cima). São tábuas de madeira maciça com 2 cm de espessura e comprimentos de até 6m, encaixadas uma na outra e parafusadas no contrapiso. Recebe acabamento igual ao do taco: lixa e resina. Mas algumas empresas vendem o assoalho pronto, o que evita o pó da madeira e o cheiro dos produtos impermeabilizantes. Se o piso estiver gasto, pode-se restaurá-lo. Por isso, tem grande durabilidade. Para evitar que a água da rua estrague o assoalho, coloque um capacho ou tapete próximo à porta. A limpeza deve ser feita apenas com vassoura ou aspirador de pó.
Desvantagem: O preço, por ser feito de madeira maciça. “Há madeiras moles e duras. Tome cuidado com as primeiras, como amêndola, que podem marcar só de caminhar com salto agulha”. Se em contato com a água, pode manchar e estragar o acabamento. Pode ser colocado em qualquer ambiente livre de umidade. Preço a partir de R$ 180 m². 

7- Sala com assoalho mais escuro e lindo!

8- Salas com assoalho e rodapé branco!


Piso Taco de madeira 



Deixam o ambiente quente no inverno e fresco no verão. Antigamente era muito comum nas casas e apartamentos, mas hoje o taco de madeira está beirando a raridade porque o piso frio é bem mais em conta – e de manutenção mais simples e barata. No entanto, ele deixa o ambiente bonito, quente no inverno e fresco no verão. Tem alta durabilidade e pode ser restaurado algumas vezes, sem perder a beleza. É um bloco de madeira maciça de vários tamanhos – de 30 cm a 50 cm de comprimento e larguras variáveis – colados sobre o contrapiso. Se você comprou ou alugou um imóvel com taco malconservado, empresas especializadas fazem a raspagem e passam produtos que lhe devolvem a vitalidade. Antigamente, usava-se sinteco para isso. Hoje, é possível comprar outros produtos com secagem mais rápida e vários acabamentos – brilho, fosco, semi-brilho ou natural. Para limpar, basta usar vassoura e pano úmido. De vez em quando convém passar cera.
Desvantagem: A instalação não é fácil nem rápida. Depois de colocar os tacos, é preciso lixar – é aí que mora o problema. O pó liberado é fino e suja tudo. “Entra em todas as frestas possíveis”. Não pode ser colocado em ambientes úmidos.
Vantagem: Apesar de precisar de manutenção a longo prazo, que é cara, o taco fica novo rapidamente. A variedade de cores e tamanhos também é uma vantagem, por permitir inúmeros desenhos e formatos. Se alguma peça for danificada, é possível trocá-la sem mexer nas demais. Preço: A partir de R$ 100 m².

9- Sala com taco de madeira e rodapés branco!


Piso Parquê 



Diferencia-se do taco pela medida: quatro peças unidas formam uma placa. Na instalação, a face superior dessas placas chegam cobertas por uma camada de papel. A outra extremidade fica em contato com a cola, espalhada diretamente no contrapiso nivelado e impermeabilizado. Depois de dez dias da colocação, é feita a retirada do papel com batidas leves, usando pano úmido ou martelo de borracha. Em seguida, o piso é lixado, calafetado e revestido com proteção.

10- Sala com parquê!


Piso de Borracha ou Emborrachado



De fácil aplicação, antiderrapante, resistente, impermeável, esse piso é um bom isolamento térmico. Contribui para reduzir os ruídos e permite desenhos diferentes e criativos. Recomendável para quartos de
crianças ou espaços para brinquedos, escritórios, salas de ginásticas, banheiros e vestiários. Pode ser colorido e alegre ou neutro e sóbrio.
A vantagem dos pisos de borracha é que são antiderrapantes, acústicos e absorvem impactos. Por isso são bastante indicados para salas de ginástica, recreação infantil e locais de alto tráfego. Dependendo do modelo, deve ser usado somente em áreas internas. Instalado diretamente sobre o contrapiso, o revestimento é fixado com uma cola designada pelo fabricante.
Porém o excesso de água prejudica este tipo de piso, podendo haver descolamento. Por isso não é indicado para ambientes externos e na área do box do chuveiro.
Onde usar: para ambientes de crianças, pois é fácil de limpar, podem ser moldados pra não ter canto, subindo um pouco na parede. Muitas vezes este tipo de piso resiste a chamas e a produtos químicos.

11- Quarto de criança com piso de borracha!


Piso Marmoleum e Linoleum



Esse piso é produzido com materiais naturais, com padrões marmorizados ou lisos e de diferentes cores e possui grande durabilidade. Embora seja muito versátil, prático e de fácil manutenção após a aplicação de produtos específicos, é um revestimento relativamente caro, que exige mão de obra muito especializada, pois qualquer imperfeição no contrapiso, por menor que seja, ficará evidente após instalação.

12- Sala com piso marmoleum!

13- Ambiente com piso marmoleum!


Piso de Carpete



Excelente opção para ambientes que devem ter um tratamento acústico mais aprimorado. Seu uso aquece visual e fisicamente os ambientes. É um piso muito versátil, graças aos vários padrões e materiais com que é fabricado, valoriza o ambiente e permite infindáveis composições de cores, alturas, texturas e padrões. Pessoas com problemas de alergia devem recorrer a carpetes antialérgicos, antifúngicos e de baixa espessura. Para áreas de maior tráfego, o tipo bouclê é o mais recomendado, pois seus fios são mais resistentes do que os dos carpetes convencionais.

14- Sala com carpete!

15- Quarto com carpete!


Para áreas internas e externas!


Piso de Mármore e Granito



Mármores e granitos são considerados pisos frios e, por isso, são ótimos para aqueles que não possuem muito tempo para realizar uma limpeza mais detalhada da casa, ou seja, para limpá-lo, basta varrer e passar um pano úmido. Da mesma forma, são ótimos para locais de climas quentes, como o Nordeste do Brasil, pois ajudam a manter a temperatura mais baixa, diferente das madeiras e assoalhos. Podem ser adquiridos nas medidas que forem necessárias para atender o projeto do designer, no entanto, as medidas mais baratas são as de 30 cm × 30 cm ou de 40 cm × 40 cm, também conhecidas como versão econômica. Quando bem utilizados, podem criar belos ambientes com peças grandes combinadas com desenhos. A fim de quebrar a frieza desses materiais, é possível, por exemplo, utilizar materiais mais quentes, como a madeira, ou materiais em textura mais rústica. De textura mais suave, mármores como Carrara ou Nero deixam o ambiente com um caráter nobre e sofisticado. Já o granito possui textura visual (padronagem) mais pesada e menos porosa do que o mármore, sendo, portanto, mais indicado para bancadas de cozinhas e respectivas áreas molhadas. Na hora da escolha para a decoração do piso, opte pela textura e pela cor.
Além das cores neutras, é possível encontrar mármores e granitos coloridos. É um revestimento caro e muito elegante. Quase não se vê a junta entre uma peça e outra. O granito é mais resistente que o mármore, por isso pode ser usado na cozinha, onde há mais possibilidade de cair coisas no chão. O mesmo vale para quem deseja usar pedra na bancada ou pia da cozinha. Quando colocados no piso, indica-se impermeabilizar. Mesmo com a diferença de resistência, duram a vida inteira, se impermeabilizados e limpos sem produtos abrasivos.
Desvantagens: Obviamente, o preço. E, como são pedras, podem ajudar a gelar o interior da casa, principalmente em regiões frias. O mármore é muito frágil e “mole”, pode lascar facilmente e manchar com gordura, vinho e até mesmo água. As pedras podem apresentar diferença de cor e desenho.
Vantagens: Granito e mármore podem ser usados tanto dentro quanto fora de casa. Dentro, normalmente são lisos e impermeabilizados com produtos especiais, para evitar manchas. No ambiente externo, prefira os mármores sem polimento, mais rústicos, que não escorregam. Há uma grande variedade de cores e preços – quanto mais manchado, mais barato. Algumas pedras têm colorações incríveis. Preço: a partir de R$ 90/m², sem mão-de-obra.

16- Corredor com mármore ou granito!

17- Quarto com granito!

O mármore sempre é um revestimento nobre e para áreas externas os mais usados são o Travertino e o Bege Bahia, exatamente por seu aspecto rústico-sofisticado (lindo!), principalmente quando levigados. O levigamento é um acabamento semi-polido com resultado anti-derrapante sem ficar rústico demais. Por serem claros eles também não esquentam muito. A impermeabilização é feita no contrapiso e nas peças no momento da colocação. Depois disso a única manutenção é a limpeza bem frequente, já que o mármore é um material poroso que encarde com facilidade. A limpeza é feita com produtos próprios à base de ácido muriático e com a ajuda de vassoura de piaçava. Se optar por esse material na área da churrasqueira proteja-o da gordura, os mármores são altamente absorventes e podem manchar.

18- Piscina com mármore levigado ao redor!


Piso de Granilite



Muito utilizado nos anos 1950 e 1960, é versátil, resistente e dá personalidade ao ambiente, podendo ser utilizado em qualquer área. Para não deixar o ambiente frio (visual e fisicamente) recorra aos tapetes no inverno. O granilite pode ser liso, indicado para ambientes internos (no alto), e rústico, que vai bem em varandas e quintais (abaixo). É uma massa de cimento com pedaços de pedras, como mármore, calcário ou quartzo, e em vários tamanhos (ou “granulometrias”) diferentes. Por isso, tanto a massa quanto as pedras podem ser coloridas. O granilite possui acabamento liso ou rústico. A versão polida e com resina pode ser aplicada em qualquer lugar, mas normalmente é colocada na cozinha. A mais rústica, sem acabamento, é muito usada em varandas e outras áreas externas porque não escorrega. Tem chance de trincar com o tempo, embora menos que o cimento queimado.
Desvantagem: A maioria das empresas só aplica em áreas grandes, maiores que 80 m², ou cobram um preço mínimo, normalmente salgado, para fazer o trabalho em áreas menores.
Vantagem: Há várias versões, das mais coloridas às mais discretas. Estas últimas são muito usadas em cozinhas e salas. É fácil limpar e, como tem pedrinhas em sua composição, a sujeira não fica evidente. Se ele estiver gasto ou avariado, é possível restaurar. Preço: a partir de R$ 100 m², com metragem mínima de 80 m².

19- Área gourmet com granilite!


Piso Fulget



O fulget (também conhecido como uma granilite rústica) é uma massa de cimento misturada com aditivos e granulados de pedras moídas, como granitos, mármores, quartzos, entre outros. Possui uma grande variedade de cores, é resistente, não deixa a sujeira aparente e é fácil de limpar, não exigindo nenhuma manutenção específica. Altamente antiderrapante, tem a desvantagem se ser muito áspero (um pouco desconfortável para pisar descalço). Sua instalação requer mão de obra especializada e exige a colocação de juntas regulares, para evitar fissuras. Outra desvantagem é que sua superfície uniforme não admite remendos no caso de ser necessário quebrar pra fazer algum reparo em instalações que fiquem embaixo dele.

20- Pátio e piscina com piso fulget ao redor!



Piso de Resina Epóxi



A resina epóxi pode ser aplicada sobre áreas que não estejam perfeitamente niveladas. Como a resina epóxi é autonivelante, o piso não precisa estar liso. Por isso, pode até ser aplicada sobre piso frio. A aparência é lisa e homogênea, não mancha nem trinca, mas pode riscar. Tem acabamentos foscos e brilhantes e cores diversas, que permitem fazer desenhos no chão. Pode-se usar em qualquer área da casa, menos no lado externo, porque escorrega. No banheiro, aconselha-se usar algum material antiderrapante sobre a resina.
Desvantagem: Como risca, não é aconselhável usar em locais de muita circulação. Há empresas que não aplicam o material se não houver uma metragem mínima de 100 m².
Vantagem: Sua limpeza é muito prática, é resistente a produtos químicos solventes e a possibilidade de aplicá-la sobre pisos frios aumenta sua versatilidade, compensando irregularidades no piso. Tem alta durabilidade e apelo estético. Preço: a partir de R$ 180/m², com metragem mínima de 100 m².

21- Sala com piso de resina epóxi!


Piso Cimentado, Cimento Queimado e Placas Cimentícias


Basicamente, o piso cimentado substitui o piso de terra batida como opção barata e simples. Essepiso possibilita infinitas composições e soluções personalizadas.
Este tipo de revestimento oferece um visual rústico e contemporâneo. Mas tem lá suas controvérsias, pois as trincas são inevitáveis assim como o efeito manchado. Evite usar cimento queimado em áreas externas, pois ele acaba rachando e não tem durabilidade muito grande. Combinado com faixas de cerâmica, ladrilhos e pedras, ganha um charme a mais. Duas alternativas podem ser buscadas no mercado: o cimento polimérico ou as massas pré-fabricadas. Outra saída é a massa caseira, que pode ser preparada por um mestre de obras experiente. A vantagem do cimento polimérico é o aditivo que garante maior elasticidade e aderência do cimentado. Massas pré-fabricadas à base de pó de limestone ou de quartzo têm boa resistência a trincas.
Onde usar: Por não ter rejuntes e facilitar a limpeza, o acabamento de cimento queimado é muito apreciado em pisos e paredes de cozinha. No entanto, respingos constantes de gordura podem manchar o  revestimento, uma dica é usar azulejos ou placas de inox próximas ao fogão.
Saiba mais:
- É normal aparecerem pequenas trincas, mesmo que o serviço seja muito bem feito.
- manchas também são características deste tipo de piso, e costumam ficar mais visíveis com o passar do tempo.
- quanto mais lenta a cura, menor a probabilidade de aparecerem trincas e rachaduras. A cura do cimento é o processo de secagem da massa.
- aplicar resinas com base acrílica por cima da massa ainda úmida são uma opção para retardar a cura do cimento.
- antes de aplicar o cimento queimado é importante que o contrapiso esteja limpo, desengordurado e sem pó. Caso haja trincas ou partes soltas, recomenda-se nivelar o contrapiso antes do processo.
- para atenuar as trincas é possível fazer juntas de dilatação em intervalos de até 1 m. Neste caso, plástico e metal são mais indicados, pois a madeira junta bactérias e fungos, e se deteriora.
- Empregue areia fina, clara e lavada na mistura. Ajuda a dar um resultado mais homogêneo.
- Para evitar manchas, é indicada a aplicação de duas demãos de verniz à base de água logo após a cura e antes do uso do piso.
- O piso deve ser selado e impermeabilizado com resina. No caso de cimento colorido, é necessário um produto com filtro contra raios ultravioleta
- sapatos podem marcar fácil o piso, mas as manchinhas saem com sabão, água e esponja.
- Quando molhado, o piso de cimento fica escorregadio.

22- Sala com cimento queimado!

23- Área gourmet com cimento queimado!

24- Sala com cimento queimado!

Esse é o material mais usado atualmente nas áreas de lazer. São fabricados em concreto de alto desempenho, possuindo resistência mecânica e durabilidade. Os modelos indicados para áreas externas são antiderrapantes e atérmicos (não esquentam), possuem variedade de padrões e medidas e podem ser usados inclusive para o acabamento das bordas de piscina, uniformizando o espaço. É um produto que exige impermeabilização para reduzir a absorção de água e gordura, facilitando a limpeza. Também é necessário o uso de uma cera que deve ser reaplicada a cada 2 meses. Outra desvantagem são as juntas, que precisam ser de no mínimo 4 mm. (São largas, juntam sujeira e são mais complicadas de limpar).
A limpeza deve ser frequente e com produtos especiais indicados pelo fabricante, nunca com produtos ácidos, pois os cimentícios não resistem à abrasão. Recomenda-se o uso de lavadoras de alta pressão com jato d’água tipo leque. 
- Compõem-se de cimento e agregados, como areia e pedra. Como vantagem, destaca-se a alta fidelidade na reprodução da aparência de outros materiais, como madeira, couro... e até papel amassado! A desvantagem é a manutenção, já que uma resina protetora deve ser aplicada anualmente.
- É comum que apresentem baixa retenção de calor, o que as torna indicadas para áreas de piscinas.

25- Piscinas com pisos cimentícios ao redor!


Piso Porcelanato



O porcelanato é o queridinho dos arquitetos e dos clientes. São vários os motivos: alta resistência à abrasão, durabilidade, grande variedade de tons e texturas. As marcas que fabricam este tipo de piso cerâmico inspiram-se em outros elementos como pedra, madeira, cimento, metal, couro e tecido para formar uma gama de opções. 
As placas vêm em diversos tamanhos. A porosidade quase nula do porcelanato o torna bastante impermeável. Sua instalação é relativamente rápida, mas como a maioria dos pisos, requer a regularização do contrapiso antes da aplicação.
Os três tipos de porcelanato mais comuns no mercado são:
Técnico, polido ou natural – é a versão mais comum do porcelanato. Possui um brilho superior ao das pedras naturais, com reflexos. Deve haver cuidado na escolha de onde colocá-lo, pois é escorregadio.
Acetinado ou mate – É fosco e gera menos desconforto visual de frieza.
Rústico - é antiderrapante, mais usado em áreas externas. A limpeza é um pouco mais dificil, por isso não é muito indicado para cozinha, pois retém gordura com mais facilidade.
Onde usar:
Este tipo de piso pode ser aplicado em ambientes internos ou externos. Seu uso é muito amplo, tanto na cozinha quanto no banheiro, assim como em salas e quartos. Cores escuras e texturas com aparência amadeirada transmitem conforto. As cores claras dão impressão de amplitude.
A manutenção do porcelanato é maravilhosa e o uso se faz principalmente na área social, integrando os ambientes, desde o hall a sala de jantar e dependendo do tipo de projeto e do padrão até na cozinha. Já os preferidos que tenham os padrões marmorizados e uma textura diferenciada. Os rústicos a preferência é na parte de lazer, churrasqueira e áreas de convivência.
Cuidados para a manutenção:
- Tem que cuidar para não deixar cair no piso algum produto químico, como alguns tipos de detergente. Vinho, por exemplo, se não limpa na hora às vezes fica uma mancha.
- Para a limpeza evite produtos químicos e abrasivos, pois costumam prejudicar o esmalte. Água e sabão ou detergente neutro diluído em água são suficientes. Alguns fabricantes oferecem produtos específicos para a remoção de manchas mais difíceis como tinta, café e ferrugem. Estes costumam ressaltar o brilho e proteger a superfície do porcelanato.
- verifique se marca escolhida segue NBR 15463 da ABNT, específica para os porcelanatos.
- Proteja os pés dos móveis e eletrodomésticos.
- No caso de reformas, o revestimento existente deve ser removido e o estado do contrapiso avaliado. Ele deve estar limpo, nivelado, impermeabilizado, sem fungos, poeira ou fissuras.
- Não é indicado porcelanatos acetinados na área da cozinha e dos banheiros, pois costumam encardir e se torna muito difícil a limpeza.- O período de cura leva em torno de 14 dias.
O porcelanato é bonito, dura bastante e tem vários modelos, inclusive imitando fibra natural. É um tipo de revestimento resistente e muito bonito, mais caro que a cerâmica, mas que está ficando mais acessível à medida que se populariza. É fácil instalar, principalmente porque suas peças são grandes – a partir de 45 cm x 45 cm – e as juntas são pequenas, evitando acúmulo de sujeira.
Desvantagem: As peças maiores, com mais de um metro de comprimento, devem ser manuseadas com muito cuidado, porque o prejuízo é maior se quebrarem. Além disso, essas peças costumam ser mais caras. Não há grande variedade de cores – tonalidades de marrom, branco e preto.
Vantagens: Ele é feito de uma massa única, que se desgasta por igual – sem descascar, como pode acontecer com a cerâmica – e tem baixa absorção de água, sendo difícil manchá-lo. É indicado para pisos internos e externos das casas, e até mesmo para o revestimento de paredes. O acabamento pode ser liso e brilhante, fosco e irregular, em sua forma natural, com ou sem esmalte. Há efeitos pontilhados, imitando pedras, madeira, jeans e até fibra natural, para dar um ar mais rústico ao cômodo. Preço: a partir de R$ 30 m², sem mão-de-obra.
Eu optei pelo porcelanato esmaltado para a garagem e banheiros, pois é fosco e ao mesmo tempo por ter o esmalte se torna fácil a limpeza!!


26- Barzinho com porcelanato que imita madeira!

27- Sala com porcelanato acetinado fosco!

28- Sala com porcelanato polido!

29- Quarto com porcelanato polido!

Nem todos vão bem ao ar livre. Se você eleger os esmaltados, categoria à qual pertencem todos os pisos cerâmicos e alguns porcelanatos, atente para o PEI (Porcelain Enamel Institute), índice que vai de 0 a 5 e revela a resistência do material ao desgaste. o revestimento deve ter pei 4 ou 5 - esse último indicado especialmente a garagens e calçadas, onde são mais exigidos. Os porcelanatos técnicos, ou seja, livres de esmalte, têm mais resistência. podem ser instalados em qualquer área.
- Outra sigla, essa relevante para todos os modelos, é o CA (coeficiente de atrito), que varia de 0 a 1 e é indicador da resistência à derrapagem. O ideal é que o piso tenha CA de pelo menos 0,4.
Os porcelanatos indicados para áreas externas são os de superfície natural (sem polimento) e há no mercado uma diversidade enorme de cores e modelos. Por possuírem baixo índice de absorção de água, os porcelanatos são mais resistentes que as cerâmicas e as pedras naturais, não sendo necessária a impermeabilização. A junta fina dificulta o acúmulo de limo e limpeza pode ser feita com detergente neutro.

30- Varanda e piscina com porcelanato natural ou esmaltado ao redor!

31- Garagem e calçada com porcelanato rústico! Penso nesse para minha fachada, o que acham? Amei!!!


Piso de Cerâmica



Os pisos de cerâmica podem ser lisos ou texturizados. Muitos imitam outros materiais, mas nem sempre são fiéis. Piso de cerâmica ou piso frio é a opção mais barata para revestir o chão, apesar de a produção estar em desaceleração, com o barateamento do porcelanato. Mesmo assim, ainda é grande a oferta no mercado.
Desvantagens: Não é muito resistente e pode lascar. Como a produção está diminuindo, nem sempre é possível encontrar modelos antigos em lojas de material de construção. Se for necessário comprar pisos para uma reforma, o preço gira em torno de R$ 18 por peça, em lojas especializadas. O rejunte também pode ser um problema, por ficar facilmente encardido.
Vantagens: Não mancha, é fácil de limpar e barato. Pode ser usado em todos os cômodos da casa, ainda que para quartos seja menos indicado porque pode ajudar a esfriar o cômodo. Há modelos foscos, esmaltados, lisos, com ranhuras, marmorizados, que imitam madeira, pedras, mosaicos ou tijolos. Mas tais imitações não costumam ser muito convincentes. Preço: a partir de R$ 10 m², sem mão-de-obra.

32- Sala com cerâmica que imita madeira!

33- Sacada com cerâmica!

34- Sala com cerâmica!


Ambientes com uma proposta mais rústica ficam lindos com esse revestimento. As cerâmicas são materiais resistentes e duráveis e possuem diversos acabamentos e tonalidades. Na hora de escolher, fique atento a duas siglas: quanto maior o PEI (Porcelain Enamel Institute), maior a resistência à abrasão e produtos com CA (Coeficiente de Atrito) maior que 0,4 são consideradas antiderrapantes. O contrapiso deve ser impermeabilizado e se o acabamento for poroso, é necessário aplicar produtos hidrorrepelentes e oleofugantes. Assim como as pedras, cerâmicas porosas sofrem a ação do tempo e podem manchar. A limpeza é feita com água e detergente neutro.

35- Varanda e piscina com cerâmica rústica ao redor!


Piso de Pastilha de Vidro



O vidrotil é mais bonito que a pastilha de vidro, mas pode cortar o pé se não for bem assentado. 
Há dois tipos: as de vidro e as que são feitas de uma massa chamada vidrotil. As primeiras são mais regulares e de acabamento arredondado. As de vidrotil ganham pigmentação na própria massa e seu corte é feito manualmente, por isso as arestas são um pouco irregulares. Quando desgastadas, não ficam feias. Nos dois casos, como são muito pequenas (normalmente 2 cm x 2 cm, mas vêm em placas de 30 cm x 30 cm), seu assentamento deve ser caprichado, senão ficará desnivelado. Usualmente é colocada em áreas molhadas (banheiro, cozinha e área de serviço), em paredes ou em forma de faixas decorativas. Fica muito bonita no piso – mas cuidado: o vidrotil, por exemplo, pode cortar o pé se for mal assentado.

Desvantagens: As pastilhas precisam de muito rejunte, o que acumula sujeira. Existem rejuntes coloridos, mas, se ele for claro, fica encardido do mesmo jeito.As pastilhas de vidro riscam e ficam opacas com o tempo. As pastilhas de vidro podem riscar, mas seu formato é mais regular.
Vantagens: As pastilhas importadas da China são mais baratas. Apesar de o vidrotil ser mais oneroso, tem maior durabilidade. Como existe uma variedade muito grande de cores, é possível fazer mosaicos e degradês. Preço: a partir de R$ 40/m², sem mão-de-obra.

36- Banheiro com pastilha de vidro no chão e na parede!

37- Cozinha com pastilha de vidro no chão e na parede!

38- Banheiro com vidrotil no chão e na parede!


Piso de Pastilha de Cerâmica



As pastilhas de cerâmica podem ter vários acabamentos, brilhante ou rústico. Assim como as pastilhas de vidro, as de cerâmica devem ser assentadas com cuidado, ainda que sejam maiores (de 2 cm x 2 cm até 12 cm x 12 cm). Normalmente são usadas em piscinas e outras áreas molhadas. No piso, é importante que a área não tenha circulação intensa.
Desvantagens: Há variação entre a cor de uma pastilha para outra, porque cada fornada resulta numa cor diferente. E, como é cerâmica, pode lascar e perder a cobertura colorida. O rejunte pode ficar encardido, o que será um problema aos mais preocupados com limpeza.
Vantagens: Há muitas cores e diversos acabamentos: esmaltadas, foscas, desbotadas, rústicas... Pode ser usada sozinha ou em composição com outros tipos de pisos. Preço: a partir de R$ 50 m², sem mão-de-obra.

39- Piscina com pastilha de cerâmica no piso e na parede!


Piso de Ladrilho Hidráulico



Como é feito artesanalmente, o ladrilho pode compor desenhos personalizados. São fabricados artesanalmente, por isso podem ganhar a cor, formato e tamanho que o cliente desejar. A mão-de-obra de colocação precisa ser especializada porque os ladrilhos podem apresentar imperfeições nas arestas, dificultando o assentamento. Outro cuidado é não molhar as peças enquanto forem assentadas porque mancha. Depois de assentados, os ladrilhos têm de ser impermeabilizados com resina. Costuma-se passar cera para dar brilho, mas não é obrigatório.
Desvantagens: Quanto mais personalizado, mais caro o ladrilho. Além disso, a mão-de-obra tem que ser cuidadosa. Como é feito artesanalmente, pode haver variação de cor de uma fornada para outra.
Vantagens: A possibilidade de criar formas e desenhos variados no piso torna o ladrilho um revestimento que permite resultados diversos: clássico, rústico, retrô, contemporâneo... Pode ser colocado em ambientes internos, como salas ou cozinhas, e externos, em que se usa um tipo antiderrapante, o ladrilho gretado. Preço: a partir de R$ 60 m².
Mas a tem pisos que imitam os ladrilhos, são lindos, de qualidade e com valores mais acessíveis!!

40- Varanda com piso hidráulico!

41- Banheiro com piso hidráulico!

42- Cozinha com piso de cimento queimado e hidráulico!


Piso de Pedra


Deixa o ambiente acolhedor e aconchegante. Porém, deve ser utilizada em estilos mais rústicos e informais. Uma resinagem pode prevenir o aparecimento de manchas, entretanto, evite utilizar acabamentos brilhantes,
principalmente em áreas molhadas como banheiro e cozinha.
Já para área externa:
- As versões brutas normalmente são recomendadas para áreas externas e molhadas, pois contam com superfície antiderrapante. Entre elas, boas opções são a goiás, o arenito e a são tomé. No extremo oposto estão as pedras lisas e escorregadias - como os granitos e mármores polidos -, que devem ser evitadas.
- No entorno de piscinas, diga não àquelas que absorvem muito calor. "É o caso principalmente das que apresentam coloração amarelada, como a pedra mineira. Já a são tomé branca quase não esquenta", diz Ricardo Laerte Beltrani, consultor da Itacácio.
- Todas pedem uma única aplicação de resina impermeabilizante.
As pedras (São Tomé, Pirenópolis, Miracema, etc) têm aspecto rústico e são um dos materiais mais adequados e utilizados em áreas externas. São naturalmente antiderrapantes por causa da superfície irregular. Porém, dependendo da tonalidade elas podem esquentar. Como são porosas, absorvem água e gordura, podendo manchar. A limpeza com água e detergente neutro deve ser freqüente, com a ajuda de esfregão. De tempos em tempos é necessária uma limpeza mais profunda com ácido muriático, que deve ser feita com empresas especializadas.

43- Piscinas com pedras ao redor!

Os “lajões“, como são chamados a pedras vendidas em formatos irregulares e em grandes tamanhos, formam bonitos desenhos e podem ser assentados com contrapiso ou entremeados com a grama. Sua instalação requer uma boa mão de obra devido aos encaixes que devem ser pensado um a um, como um quebra-cabeça.

Pátio com lajões!

44- Varanda com lajões!


O mosaico português tem a vantagem de ser permeável, pois sua instalação não necessita de contrapiso, apenas de uma camada de areia. As pedras de pequena dimensão são adaptáveis às ondulações do terreno, também não sendo necessário o nivelamento do mesmo. Porém, a colocação é trabalhosa e requer mão de obra especializada.

45- Pátio com pedra portuguesa!

46- Calçada com pedra italiana!


Piso de Deck de Madeira



Os decks de madeira são rústicos e deixam a área de lazer com clima de praia, já que remetem à navegação. A madeira tem a vantagem de não impermeabilizar o solo, já que não exige contrapiso. Deve-se optar pela madeira de reflorestamento (sustentável) tratada. Ao contrário do que muita gente pensa, a madeira tratada adequadamente é resistente ao tempo. O processo de autoclave evita o apodrecimento e ao ataque de fungos e insetos. A manutenção deve ser feita com o uso de stain, um fluido que penetra na madeira e protege contra a chuva e o sol. A reaplicação deve ser feita a cada 2 anos e dispensa a raspagem, já que ele não forma uma película na superfície, o que mantem a madeira com aspecto natural. ( Nada daqueles vernizes brilhantes que se usava antigamente e davam uma trabalheira para lixar e reaplicar todo ano!)

47- Piscina com deck de madeira ao redor!


Piso de Bloco Ecológico ou Drenante



Pisos permeáveis, os blocos drenantes de concreto para pavimentos intertravados são feitos de concreto poroso, através do qual a água é drenada. Daí serem chamados também de pavimentos permeáveis.
São os pisos mais ecológicos atualmente no mercado, o que contribui para um ambiente mais sustentável e ecologicamente correto, reduzindo 100% das enxurradas e ajudando ainda a combater enchentes e inundações. Mas é fundamental que estes tipos de pavimentos permeáveis sejam objetos de projetos executivos de engenharia e elaborados por empresas especializadas, pois devem considerar o nível do lençol freático e as condições de suporte e permeabilidade do solo, entre outros. Unem beleza e funcionalidade. São ideais para aplicação em ambientes externos. Podem ser usados em espaços públicos ou privados, como calçadas ecológicas, praças, pátios de estacionamento de veículos, ruas, passeios, entre outros usos.
Têm alta aderência (antiderrapantes) e alta resistência ao atrito (principalmente em rampas), e podem ser utilizados até em locais de manobra e trânsito de veículos. Permitem a utilização imediata do pavimento, logo após a sua execução. E podem ser removidos e reaproveitados em eventuais reparos no pavimento ou abaixo deste, em redes subterrâneas. Pavimento ecológico, permeável e drenante, feito de peças pré-moldadas de concreto poroso pelas quais a água passa, é armazenada por um período nas camadas intermediárias até escoar para o solo.

48- Piso totalmente permeável!


Tátil ou Podotátil - Ao contrário dos modelos em borracha, que são mais utilizados em ambientes internos, os pisos táteis ou podotáteis de concreto são aplicados em locais externos como vias públicas, praças e rampas. 

49- Calçada com piso tátil de concreto ecológico!

Pisograma ou Concregrama - A principal vantagem do Pisograma é minimizar o problema de percolação (drenagem) de água no subleito.
- A falta de percolação está afetando o lençol freático das grandes cidades.
- Alguns orgãos públicos já exigem áreas drenantes para a aprovação de projetos.
- O Pisograma é muito utilizado no exterior, e agora começa a ser difundido no Brasil.


50- Fachada com bloco ecológico pisograma na entrada da garagem e na calçada!

51- Fachada com bloco ecológico pisograma na entrada da garagem e da porta!

Paver Onda ou Pavers - O uso de pavers na pavimentação de ruas, calçadas e pátios traz mais vantagens para o meio ambiente, pois: São assentados sobre uma fina camada permeável de areia ou pó-de-pedra, que funciona como filtro para impurezas e elementos poluentes, permitindo melhor umidificação e arejamento do solo. Os materiais não aproveitados podem ser reciclados e utilizados em outras peças.
Sua produção e assentamento não agridem a natureza.

52- Piscina com bloco ecológico paver onda ao redor!

Paver Retangular ou Holandês - O Paver Retangular é um modelo rustico, e ao mesmo tempo moderno.
Que pode serem criadas varias formas e desenhos, misturando cores. Com sua forma garante um bom acabamento.

53- Fachada com bloco ecológico paver retangular na entrada de garagem e na calçada!

54- Rua com paver retangular!

55- Fachada com paver retangular! Acho linda essa cor cinza claro!!

56- Fachada com paver retangular na calçada!



Misturas Interessantes!



57- A área da varanda e cozinha gourmet recebeu o piso de cimento queimado e em volta da piscina foi utilizado um deck de madeira, criando um contraste e delimitando bem as áreas.

58- A pedra portuguesa aqui revestiu toda a volta da piscina, mas a borda recebeu peças de cimentícios, pensadas exatamente para esse fim, com acabamento arredondado e superfície atérmica.

59- O porcelanato que reveste a varanda é o mesmo do restante da casa e deve ser antiderrapante, pois é comum as pessoas saírem da piscina e entrarem na varanda ainda molhadas… O cimentício, mais uma vez, fez o acabamento da borda da piscina.

60- Na primeira foto o deck de madeira foi a opção para o piso da varanda, mas dentro da churrasqueira foi colocado um piso de granito, facilitando a manutenção dessa área sujeita à gordura. Na segunda imagem o deck de madeira se mistura com o piso de granito bruto. Na borda, cimentício com acabamento arredondado.


Novidade em Pisos Inteligentes!


Piso de Cortiça



É um piso térmico, que é quente no inverno e fresco no verão. Tendência em construções sustentáveis!
"Flutuando no ar" é uma frase que geralmente serve para descrever uma felicidade eufórica. A cortiça como revestimento para piso pode ser o jeito mais próximo de literalmente atingir esse estado. O piso de cortiça é extremamente macio porque é feito de pequenas bolsas de ar comprimido. As bolsas de ar se mantêm com o tempo. Então, se o piso amassar, ele acabará retornando à posição normal. A cortiça também absorve ruídos e oferece um bom isolamento térmico. Ela tem uma boa resistência à água, fazendo dela uma boa opção para cozinhas e banheiros. Com os devidos cuidados, a cortiça pode durar de quatro a cinco vezes mais do que um piso vinílico. Comparada em custo com os pisos de madeira, a cortiça é um dos pisos mais fáceis para a auto-instalação, sobretudo os ladrilhos de cortiça que são encaixados. O material esponjoso também pode fazer você flutuar no ar por ele ser amigo do meio-ambiente. Ela é extraída da casca do carvalho sem danificar a árvore e a casca se regenera sozinha.
Os pisos em cortiça estão cada vez mais usados hoje em dia, uma vez que são mais resistentes, de grande durabilidade, são quentes e muito característicos pela cortiça em si. Uma das características mais relevantes deste é que se você tiver crianças pequenas estas podem andar à vontade descalças pelo chão, outra vantagem é que este apara quedas se por acaso deixar cair qualquer tipo de vidro no chão da cozinha este irá evitar que se quebrem ao contrário dos outros revestimentos. É bastante resistente ao calor e umidade. É muito fácil e rápido de ser aplicado, pode ser aplicado  em toda a casa..
Pode ser encontrado em qualquer ponto de venda, é acessível a nível de preços consoante as suas características e é adequado para ambientes grandes ou mais pequenos, modernas ou mais simples, é consoante a escolha e gosto de cada pessoa.
As folhas de cortiça são populares como material de isolamento, uma vez que utilizam as propriedades naturais da cortiça com o melhor proveito. A cortiça oferece um desempenho de isolamento superior e tem ampla aplicação em diversos aspectos da indústria da construção. As folhas de isolamento de cortiça são utilizadas como isolamento de revestimento externo e podem ser integradas tanto em sistemas de parede como em sistemas de telhado.
Propriedades da Cortiça:  O papel da cortiça no seu ambiente natural é a de proteger o sobreiro das flutuações de temperatura e regular a umidade e condições de calor. Esta função como uma camada isolante é suportada pela estrutura celular do favo de mel da cortiça. A cortiça é um material orgânico, leve e mostra um desempenho superior para isolamento térmico e acústico. Mesmo em condições extremas, as folhas de isolamento de cortiça não formam pontes de calor.
Fácil Instalação: A cortiça pode ser instalada com facilidade, quer por meio de ligação adesiva ou fixação mecânica. Sendo um material macio, as folhas de cortiça podem ser cortadas facilmente a diferentes perfis. A cortiça é um material de "auto-cura", por isso não requer precisão qualificada para o corte. As propriedades elásticas da cortiça permitem que as folhas sejam manipuladas para se adequarem a curvas e fachadas complexas para revestimentos de isolamento.
Os Benefícios Do Revestimento Do Piso Com Cortiça: Existem muitos benefícios para o revestimento do piso com cortiça. Existem benefícios para o ambiente e existem benefícios para o consumidor. Estas duas áreas de benefícios coincidem. A cortiça é um recurso renovável, porque pode ser colhida a cada nove anos. No entanto ao contrário de outros recursos naturais renováveis, como o bambu, cânhamo, jacinto de água, rattan e juta não é necessário matar a árvore para colher o recurso. A cortiça vem da casca do sobreiro e se for removida corretamente, não danifica a árvore. Um dos benefícios de pisos de cortiça está relacionado com as propriedades da cortiça. A cortiça tem uma estrutura de favo de mel, composta de pequenas células que são preenchidas com uma mistura gasosa (tipo ar). Esta estrutura celular torna a cortiça muito forte e flexível. As membranas celulares são impermeáveis e herméticas. Devido à natureza oca da cortiça é muito leve, em comparação com o seu volume. A estrutura celular da cortiça oferece elasticidade e resistência. Esta elasticidade torna o piso de cortiça capaz de suportar tráfego pesado, sem deixar o piso marcado ou danificado. A estrutura de favo de mel da cortiça também a torna um ótimo isolante térmico e acústico. Isto tem um duplo benefício para o piso de cortiça. Em primeiro lugar a capacidade de isolamento térmico do revestimento da cortiça significa que a cortiça absorve e retém o calor. Assim, o revestimento do piso com cortiça pode ajudar a reduzir os custos de aquecimento, no inverno. Os pisos de cortiça abafam o som ao contrário dos pisos de madeira, que amplificam o som. As propriedades de isolamento acústico da cortiça tornam-na ideal para o revestimento de andares superiores, pois ajuda a amortecer o ruído de pessoas que andam no andar de cima. O sobreiro tem uma alta concentração do produto químico chamado de suberina. A suberina oferece aos pisos de cortiça algumas propriedades importantes. O conteúdo elevado de suberina em piso de cortiça torna o piso resistente ao mofo. Isto é importante para pessoas que sofrem de rinite alérgica, o mofo é uma das principais causas da reação alérgica. A substância gordurosa chamada suberina encontrada no revestimento da cortiça também é impermeável, impedindo assim que os ácaros penetram a sua estrutura. Sem lugar para os ácaros viverem a qualidade do ar interior é muito melhorada. As propriedades de vedação de suberina também significa que o piso de cortiça tem propriedades retardadoras de fogo e não libertam gases tóxicos, no caso de incêndio. A suberina também torna o piso de cortiça num piso não-absorvente. Não absorve totalmente a água ou outros líquidos.
Os pisos de cortiça são menos propensos a encolhimento e inchaço devido à umidade e podem ser facilmente auto-instalados. O não ter que se preocupar com os níveis de umidade também é uma poupança potencial.

61- Folhas de cortiça com o papel de isolamento!

62- Mezanino com piso de cortiça!

63- Quarto com piso de cortiça escura!

64- Quarto com cortiça!


Piso em Couro



É um produto que se adequada à instalações sobre o concreto e até mesmo sobre qualquer outra qualidade de piso já existente.
É recomendado fazer limpezas a vácuo ou varrer o chão, uma vez por semana ou conforme necessário.
Pode-se facilmente reparar o piso em Couro caso seja danificado, através de uma ferramenta que permite que você repare qualquer régua ou placa em couro, mesmo que seja no meio do piso, sem ferramentas, poeira ou barulho, você poderá trocar a parte danificada sem transtornos. Simples e econômico!
O sistema Uniclic é uma patente que garante a resistência e o encaixe perfeito das peças do piso. Mas atenção!
Pode-se instalar o piso sozinho, pois se utiliza o sistema de encaixe Uniclic. Sem cola, o encaixe garante um ótimo sistema de articulação que deixa o piso com ótima aparência. A instalação é muito fácil. Tudo que você precisa é de uma serra, martelo, kit de instalação, fita métrica, lápis e algum tempo para instalar o  piso de couro. A outra opção é contratar instaladores profissionais.


65- Sala com piso de couro!

66- Cozinha e sala de jantar com piso em couro!


Dicas:
- O piso mais indicado em termos de praticidade na limpeza, durabilidade, beleza e preço acessível, o porcelanato está no topo da lista para usar na casa toda! Prefira sempre retificados e classe A, pois possuem maior qualidade e garantia do fabricante, já os C possuem pequenos defeitos e não possuem garantia, não compensa, já que os valores são semelhantes dependendo da marca!
- Já em questão de conforto, piso quente e aconchegante, super fácil de limpar e lindo, o laminado é o mais indicado para quartos e salas!
- O vinílico já deixo por terceira opção, porque dependendo da região o valor de um piso de qualidade não se torna acessível, aqui na minha cidade orcei de uma determinada marca conceituada e custou quase R$ 200 m², mas tem por menos de R$ 40 m² de várias outras marcas em lojas na internet!
- Em lojas grandes tem maior variedade e os valores se tornam bem acessíveis comparados a lojas pequenas - onde muitas vezes trabalham em cima de marcas conceituadas, se ganha na qualidade, mas não na economia se essa for a intenção! Mas as vezes produtos da mesma marca tem os valores super acessíveis em lojas grandes devido a concorrência, por exemplo, o mesmo porcelanato estava R$ 45,00 m² em uma loja menor e em lojas de redes estava R$ 29,90 m²!


Gostaram?

Qual tipo de piso que vocês usaram? Me contem as experiências!!

E qual vocês indicam para minha fachada para entrada da garagem, da porta e na calçada?
Quero um claro, de fácil de limpar e com valor acessível! rsrs
Como eu tinha falado no início, usei o porcelanato esmaltado 62 x 62 cm, Pei 4, retificado A, na minha garagem e nos banheiros, paguei na promoção apenas R$ 26,90 o m², então estou pensando usar ele na fachada (se encontrar ele ainda!), para ficar parecido com a imagem 31! 
Mas também gostei da idéia do bloco ecológico, parecido com a imagem 53! (só que valor fica maior!) 
O que acham?

Preciso de dicas e idéias!!!
Comentem a vontade!


Que tal fazer um Curso de Decoração?





78 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Menina qta informação...cada ambiente mais lindo que o outro...
    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sâ!
      Ficou uma mega post né!! rsrs
      Beijos!

      Excluir
    2. Oi Grazi,gosto de pedras portuguesas para passeios e entradas mas eu nao coloquei na minha por conta do preço mesmo...mas quem sabe vc se anima...
      bj!

      Excluir
    3. Ela é clarinha e fica lindo mesmo Sâ!
      Mas se o valor é alto não vou me animar, rsrs
      Prefiro investir na decoração!!
      Qual a pedra que você usou?
      Beijos!

      Excluir
  3. Ufa né? Nem sabia q existia tantos tipos assim! Aqui, usei laminado nos quartos e corredor, porcelanato polido na sala e lavabo, e no restante da casa porcelanato acetinado (banheiros das suítes, quintais, lavanderia e cozinha) pois escorrega menos. Bjokas Grazi! Ótimo post!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma variedade infinita Ka!
      Pensei que não ia terminar mais esse post, levei dois dias, rsrs
      Então nossas escolhas ficaram praticamente iguais!!! Só que ao invés de usar acetinado usei esmaltado, que vem a ser um acetinado com esmalte que facilita na limpeza...
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Nassa Grazi!
    Nem sabia que tinha TUDO isso de piso. Para mim, eram variações de um mesmo tipo!
    Na reforma estou usando o porcelanato e o vinílico.
    Acho que vai ficar bom, doida para ver!!!
    Beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi!
      É muita coisa né!! rsrs
      Vai ficar lindo e ótimo para limpar!!!
      Beijos!

      Excluir
  5. Ótimo post, bastante esclarecedor. Tem pisos que não conhecia...
    Eu acho que usaria o mesmo da garagem e banheiro, sou super indecisa rsrsrs Ainda nem escolhi os meus...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!
      Eu só conheci alguns tipos de pisos no curso de Decoração (aquele que fiz o post) e essas novidades na hora de fazer essa postagem!! rsrs
      Obrigada pela dica... tenho medo que por ser claro, na rua suje muito :(
      Beijos!

      Excluir
  6. Caracas, existem mais tipos do que eu imaginava!
    Eu prefiro os que riscam menos, pq parece que aqui, mesmo sendo porcelanato, qualquer coisa risca, deixo o capacho pro pessoal limpar os pés, mas nem todos tem essa consciência né...

    Bjs Grazi!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Val!
      É uma infinidade, rsrs
      Mas o porcelanato ainda é o mais resistente!! Colocaram o meu na obra e continuaram trabalhando em cima mais uns meses, está tudo sujo e certamente riscado por causa de tanta areia... mas o vendedor disse que assim que concluir a casa, ele vai me dar um produto para limpar que remove todo tipo de risco e deixa super brilhoso! Então até solução para o porcelanato tem!!! Menos mal né...
      Beijos!!!

      Excluir
  7. Oi Grazi,
    Adorei a resina epoxi! Pena que risca!
    Mas não tem rejunte...vantagens e desvantagens!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina!
      Verdade... é um luxo esse piso!!
      Beijos!

      Excluir
    2. Realmente o epóxi risca muito mas ainda existe a resina de poliuretano que é muito mais resistente do que o epóxi e o efeito é o mesmo. sem rejuntes e fácil de limpar.

      Excluir
    3. Oi Matilde!
      Obrigada pela dica!!!
      Beijos!

      Excluir
  8. Hola Grazo que gran post ,,,!!!!existen más pisos de los que yo imaginaba
    Saludos
    Angélica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angélica!
      Seja muito bem-vinda!!!
      Verdade... uma infinidade!!
      Beijos!

      Excluir
  9. Oi Grazi! Nas salas da minha casa coloquei porcelanato, nos quartos (andar superior) coloquei madeira de lei (super fácil limpar e não faz barulho quado andamos de salto), mas sou fã do piso cimento queimado, acho lindo demais! Não colocaria mármore na área externa, pois mancham com facilidade. Adorei o post, tem pisos que eu ainda não conhecia... Bjinhos e tenha um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!
      Que bom que gostou :D
      Porcelanato é tudo de bom né?
      Madeira de lei é lindo!!
      Ótimo finde pra você também...
      Beijos!

      Excluir
  10. Caramba, nunca tinha imaginado que existem tantos tipos de piso... nunca tinha parado pra pensar na variedade! Adorei o post! Parabens!
    Bjaum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sessa!
      É muita variedade!!!
      Beijão!

      Excluir
  11. Grazi, parabéns pelo post, muito legal!
    Eu gosto mais do piso para garagem, mas será que não quebra com mais facilidade?
    Acho que vc deve por o que realmente prefere, se é a pedra, eu esperaria mais até poder colocar, do que colocar outro piso apenas para terminar logo.
    Quando meus pais construiram minha mãe fazia questão de colocar assoalho na casa inteira, era uma nota preta, ficou um tempão juntando dinheiro (pq não queria parcelar nem financiar nada) mas no fim colocou tudinho do jeitinho que queria e ficou satisfeita apesar da espera.. penso na mesma coisa pra minha casa.. sempre tem aquelas coisas que não fazemos questão, mas quando é algo que se gosta muito, vale a pena a espera!
    beijos

    http://minhacasaemvinhedo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Que bom que gostou!!
      Acho que o porcelanato é bem resistente, e quanto a quebra não teria problemas... só penso na cor clara que pode sujar bastante, mas nada que um paninho não limpe, rsrs
      Não gosto de pedras porque junta limo... já os blocos ecológicos acho uma ótima opção, tanto pela colocação quanto pela cor!!
      Concordo! Vale a pena colocar aquilo que se deseja, mesmo que tenha que esperar um pouco mais!!!
      Obrigada pelas dicas...
      Beijos!

      Excluir
  12. Uma verdadeira aula!!

    Nos quartos vou de vinílico e no resto porcelanato. Queria muito um polido que não arranhasse.....tô querendo um milagre, né?..rsrsrs.....

    Acho lindo o efeito brilhante, mas arranha......ainda não instalei e se tiver dicas me passe.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Di!
      Ficará lindo!!!
      Mas sabe que não arranha muito, colocaram meu porcelanato polido acho que há uns 4 meses, está todo sujo e pisoteado porque os pedreiros não forraram e trabalharam direto em cima e continua brilhoso, rsrs
      Mas o vendedor disse que antes de eu me mudar, ele vai me dar um produto para limpar os porcelanatos, esfrega e deixa agir a espuma por algum tempo e diz ele que remove todo tipo de riscos e deixa super brilhoso e protegido!!
      Depois da limpeza te aviso como foi o resultado! rsrs
      Beijos!

      Excluir
    2. Vou aguardar ansiosa....rsrs..

      Excluir
  13. Muito bom o blog, muito bom mesmo, parabéns. Estou pesquisando piso para garagem interna e fiquei em dúvida entre o Epóxi e o Granilite (tendendo para o Epoxi, apesar do preço).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo!
      Seja muito bem-vindo!!!
      Que bom que gostou!!
      Esses dois tipos geralmente eles não colocam em áreas menores que 80 e 100 m², além do valor mais caro! Já o porcelanato é mais acessível, muito resistente e eu super indico! Mas tem que ser com Pei 4 ou 5, rústico ou esmaltado!!
      Abraços!

      Excluir
  14. Caramba isso não é um post, é uma aula. Parabéns pela paciência e obrigado pelas informações.

    ResponderExcluir
  15. Seja muito bem-vindo!!!
    Fico feliz que tenha gostado :D
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Olá! Sou nova aqui no seu blog,amo suas dicas,o mais legal é que vc sempre faz um post completo,completo mesmo...rsrs...Amei este post,me tirou várias dúvidas!! Parabéns pelo seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dri!
      Seja muito bem-vinda!!!
      Fico feliz em saber que gostou :D
      Beijos!

      Excluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazi adorei me ajudou muito, pois estava na dúvida de qual piso escolher!! Adoro suas dicas. bjs!!!

      Excluir
    2. Oi Ariane!
      Fico feliz em saber que gostou!! :D
      Beijos!!!

      Excluir
  18. Você fez uma pesquisa detalhada sobre o assunto e não resta dúvida que demandou tempo e esforço, mesmo assim dividiu com as pessoas que como eu teve muito proveito. Parabéns, certamente você é uma pessoa do bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Francisco!
      Seja muito bem-vindo ao blog!!!
      Fico feliz em saber que foi útil :)
      Abraços!

      Excluir
  19. Oi Grazi, achei o máximo suas dicas super detalhadas, adorei a facilidade do piso de cortiça, mas vc poderia me indicar onde comprar esses pisos de cortiça e saberia me dizer quanto custa o m² estou querendo colocar ele na minha sala que tem mais ou menos 33 m

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi San!
      Bem interessante mesmo esse piso!! Mas não tenho noção de onde comprar nem o valor... mas fazendo uma pesquisa no google acredito que consiga encontrar bastante coisa!!
      Abraços!

      Excluir
  20. Grazi, você está de parabéns, tirei muitas dúvidas ao ler seu post.
    Reforço o que o Francisco disse acima: Você é uma pessoa do bem e sempre disposta a ajudar o próximo.

    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!
      Que bom que foi útil!!!
      Deus te abençoe...
      Abraços!

      Excluir
  21. Olá Graziiii, ando meio sumida , mas nunca é tarde para desejar um Feliz 2014! rs
    Esses dias estava pensando nos porcelanatos, qual colocar etc aí decidir pesquisar no seu blog que sempre é uma referencia ne! Eu sempre fui apaixonada pelo porcelanato polido, acho maravilhoso! Na minha família somos bem cuidadosos. nao entramos calçados e tal, mas a família do meu namorado não tem esse hábito rsrs Eu só fico imaginando o meu desespero com um piso lindo e caro..e o povo entrando com calçados sujos e arranhando tudo!!!! Sem contar que um dia vi em um blog que a maneira ideal de limpá-los é lavando o chão e não simplesmente passar um pano, pois assim fica tudo embaçado e encarde o rejunte. Foi aí que desisti do sonho do porcelanato polido! Imagina o trabalhão ter q lavar a casa toda!!!
    Então tinha decidido colocar o acetinado em tudo, pois vi uma fotos e achei o visual legal tb! Mas ai li sobre sua experiencia com o acetinado e o esmaltado e vc disse que encarde muito!!!
    Ai já não sei mais o que escolheeeerrrrr!!!!! kkkkkk Que dúvida cruel! Agora me diz: como é a limpeza do seu porcelanato polido, embaça fácil? Arranha com facilidade?E o acetinado e o esmaltado grudam muita sujeira msm?

    Desculpa pelo texto enormeee rsrs

    Beijos :)))









    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathi!
      Feliz 2014!!! rsrs
      Comenta sempre viu!!
      Na minha opinião o porcelanato polido é o mais lindo e fácil de limpar e manter limpo em relação aos porcelanatos, já o piso laminado é o melhor de todos no quesito limpeza e manter limpo, lindo também, mas é mais apropriado apenas para os quartos, já que é um piso quente e que não pode ser molhado, digamos mais delicado!
      Já o porcelanato polido é super resistente, a riscos e manchas, principalmente se a marca for de qualidade, tipo A, porque tipo C vem com defeitos de fábrica mas custa bem menos, e se você fazer a limpeza com os produtos ideais para manter o brilho!!
      Os meus pisos ficaram expostos quase a obra todo, sujaram muito mesmo, manchas de cimento, barro e tinta, aff... relaxamento dos pedreiros claro, mas mesmo assim ele continua lindo, então entrar de calçado é o de menos viu!! rsrs... ainda mais se você colocar tapetes e um capacho na porta para bater os pés e tirar a sujeira mais grossa. Estou usando para limpar água com saponáceo líquido, um pouco de álcool e amaciante de roupas, fica maravilhoso!!! E super indico o polido!
      Já o acetinado e o esmaltado corre longe se não quiser se estressar!!! kkk
      Beijos!

      Excluir
    2. Graaaaazi, obrigada pelas dicas mais uma vez!
      Mas sera q esse piso laminado seria uma boa opção pra mim que moro no Rio de Janeiro? Ou seria melhor um porcelanato que imita madeira, tipo essas bem clarinhas...

      Beeeijos, fica com Deus!

      Excluir
    3. :)
      Acho que o ideal para você que mora numa região quente, é usar o porcelanato polido!!! Tem em bege liso ou com rajados.. são os que acho mais modernos!!
      Esses que imitam madeira também são lindos, mas dão a impressão que a casa está mais aquecida, porque lembra a madeira que é um piso quente... por isso acho que o polido ainda é a melhor alternativa! Caso você não goste do brilho, tem os esmaltados, são opacos iguais os acetinados, mas são mais lisos e fáceis de limpar!
      Fica com Deus...
      Beijos!

      Excluir
  22. Pois é..aqui é quente e bota quente nisso! Sensação térmica de 57º não é fácil não. rsrsrs Mas aí no Sul tb está bem quente ne...
    Gostei da ideia dos esmaltados..se não ficar encardido ta td bem!!!!! rsrs
    Beijãoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que aqui está tão quente quanto ai!!!
      No RS é sempre os extremos do frio e calor :(
      O esmaltado tem que cuidar para não encardir mesmo!! rsrs
      Beijão!

      Excluir
  23. Amei o post...estava precisando saber mais sobre pisos pra um trabalho na facul e achei praticamente tudo aqui...Muito obrigada hein ^^
    beijos

    ResponderExcluir
  24. Ola Grazi , estou na duvida de usar marmore champagne na escada e no piso da sala pocenalato bege bem claro, obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elton!
      Acho que os dois ficarão lindos!!!
      Cores bege e neutras sempre deixam sofisticado o ambiente!!
      Abraços!

      Excluir
  25. gente k coisas lindas,, muito obrigada,me ajudou bastante no k vou fazer, fiquei babando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou e que foi útil Lu!!!
      Beijos!

      Excluir
  26. Oi Grazi! Te sigo há tempos e AMO seu blog!
    Com certeza muitas inspirações partirão graças a sua ajuda! rs
    Quero muuuuuuito colocar Porcelanato Preto na minha cozinha, estamos chegando na parte dos acabamentos!! Fiz um post sobre este assunto no meu blog. Se puder me dar uma ajudinha com sua opinião, irei AMAR!
    Bjs

    http://acasinhadathamy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thami!
      Obrigada pelo carinho!!!
      Fico feliz em saber :)
      É lindo... mas acho que a sujeira aparece muito!!
      Beijos!

      Excluir
  27. Ola! Grazi Sou estudante de design de interiores e adorei seu blog, um resumão de informações que preciso sempre a mão. Adorei parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pati!
      Seja muito bem-vinda!!!
      Obrigada! Que bom que gostou!! :)
      Legal, comenta sempre e deixe sua opinião pra nós...
      Beijos!

      Excluir
  28. ola td bem ? estou comprando um apartamento e estou pensando em colocar porcelanato polido na cozinha sala e banheiro e nos quartos laminado sera que fica legal ? bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vamerson!
      Seja muito bem-vindo!!!
      Ficará ótimo!!! Usei assim aqui na casa e amei!
      Só no box do banheiro você usa um porcelanato esmaltado e não polido, porque o polido é muito escorregadio e pode manchar com a oleosidade do corpo... os que imitam madeira ficam lindos dentro do box!!
      Beijos!

      Excluir
  29. nossa grazi brigado mesmo, tava meio na duvida mas acabei de chegar a conclusão que vou fazer isso mesmo e no box por o porcelanato esmaltado adorei seu blog bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ficar lindo e moderno!!!
      Fico feliz em saber :)
      Beijos!

      Excluir
    2. Obrigada!
      Fico feliz em saber que gostou do blog Assis!!
      Abraços!

      Excluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Gostei de todos mas gostaria de ver um piso de bambu, é lindo e renovável. Apenas o custo que ainda é salgado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica Osmar!!
      Vou ver o que encontro de pisos de bambu! :)
      Abraço!

      Excluir
  32. Grazi, Bom Dia
    estou te seguindo no blog ah alguns dias. estou reformando minha área externa da fachada. mas estou em duvida ref. qual piso devo colocar. aqui na minha região e muito calor.
    gostei muito do piso. no qual vc fez o projeto da sua fachada em 3d
    qual piso e aquele e na sua opinião fica bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!
      Seja muito bem-vinda!!!
      No projeto foi colocado o piso de bloco ecológico... mas não vou colocar ele porque cria limo onde não pega muito sol. O ideal é usar pedras, tipo miracema ou mineira, ou porcelanato anti derrapante!!
      Beijos!

      Excluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Oi Grazi, tudo bem?? Estava pesquisando sobre pisos e achei seu blog....Achei muito boa sua matéria..não sabia que tinha tantos pisos assim..kkk..parabéns!!
    Queria uma opinião sua.........Irei receber meu apto em novembro e pedi para construtora deixar o piso dos quartos, que é porcelanato meio fosco, pedi pra deixarem a sala, cozinha e meu banheiro no contrapiso, porque nesses ambientes quero colocar outro porcelanato......Porém, contratei uma arquiteta e decoradora e ela não gostou do piso dos quartos e quer trocá-lo.......Poxa, eu não esperava ter esse gasto ,e eu.não achei feio, por isso q pedi pra deixarem....O q vc acha??Porcelanato no quarto,do tipo semi fosco é feio e brega???? O que acha????? Agradeço desde já sua opinão e parabéns pelo blog......bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sa!
      Tudo!!
      Obrigada... que bom que gostou!!!
      O porcelanato fosco fica lindo nos quartos!!! Já vi várias imagens de ambientes assim e fica moderno sim!! Pode ser que ela não gostou por ser piso frio e não piso quente como laminado ou vinílico... mas se você gostou é o que importa, dai não precisa trocar!!
      Beijos!

      Excluir
  35. Escolher um piso moderno e pratico não é uma tarefa fácil. Gostei do seu post, e de alguns outros que encontrei também! Fiz uma pesquisa e um post, mas gostaria de ter encontrado o seu antes.Acho que o meu teria ficado mais completo.
    obrigada
    Marcia do decoredo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia!
      Que bom que gostou!!!
      Beijos!

      Excluir

Pin It button on image hover