Construindo Minha Casa Clean: Tipos de Lajes, Tetos e Forros! Qual Escolher?

Tipos de Lajes, Tetos e Forros! Qual Escolher?


Do gesso ao PVC!


O teto é a superfície superior de uma edificação, algumas casas possuem teto de laje, que podem ser maciças, pré moldadas com lajotas cerâmicas, pré moldadas com blocos de isopor, as quais não necessitam obrigatoriamente de um forro, ou, apenas com as telhas onde fica aquele vazio que será necessário o preenchimento de um forro! Quando bem projetado, o forro possibilita a ampliação de determinado espaço, além de desempenhar importantes papéis funcionais, tais como iluminação, elementos de aquecimento, ventilação, ar-condicionado, proteção contra incêndios e absorção do som. Os modelos de forros são diversos, mas é possível destacar os mais utilizados: os forros de madeira, de gesso, isopor, metálico, bambu e PVC. Fiz uma vasta pesquisa e encontrei uma variedade enorme de forros, cada um com suas vantagens e desvantagens! Aqui na casa possui laje pré moldadas com lajotas cerâmicas, que depois são concretadas na parte superior e no teto feito reboco, e em apenas alguns ambientes coloquei forro de gesso, em outros deixei apenas o teto de laje com pintura!
Agora vamos conhecer os diversos tipos e nos inspirar!

 
 Gesso com sanca aberta, rasgos de luz e spots embutidos!

Para a instalação dos forros, são necessárias algumas considerações em relação à durabilidade, manutenção, estética, conforto, etc.

• A durabilidade e a manutenção devem ser observadas ainda durante a escolha do tipo de material que deverá usar para fazer o forro. Forros naturais, por exemplo, podem até ser mais aconchegantes, no entanto podem trazer problemas de umidade e cupim.


• Alguns materiais exigem que a mão de obra seja especializada, tornando-a mais cara.

 Gesso com sanca aberta!

• Na decoração de interiores, o resultado final do visual do forro é extremamente importante.

 Gesso com sanca aberta e rebaixado flutuante no centro da mesa!

• O forro é requisito básico para propiciar aos ambientes o conforto térmico-acústico.


Forro em lã de vidro!

• Considere o valor do m2 do forro e se está dentro do orçamento preestabelecido. É possível utilizar alguns recursos compositivos para resolver problemas de tetos e forros muito baixos ou altos, sanando os problemas ligados à decoração.

 Forro de gesso acartonado rebaixado!

• Para escurecer a tonalidade do teto e do piso, por exemplo, é possível abaixar o teto ou manter a iluminação direcionada para cima, com a intenção de aumentá-lo visualmente. No entanto, esses recursos só resolvem o problema visualmente, não tendo resultado na estrutura física desses elementos.


Forro pintado de escuro!

Na hora de escolher entre forro ou laje você deve ter em mente o que você quer da sua obra. Apenas obras de um pavimento ou o último pavimento podem dispensar a laje (se tratando de estruturas de concreto) pois o forro não é feito para suportar cargas no segundo pavimento, apenas para vedação. Já a laje possui a função de suportar cargas no pavimento superior e também uma melhor vedação contra intempéries, acústica e temperatura.

Tipos de Lajes


Lajes Maciçasé feita totalmente na obra com a utilização de formas. É o método construtivo mais resistente e menos disposto a aparecer trincas e fissuras e ainda permite vãos livres maiores que os outros tipos. É o tipo de laje mais resistente mas em contrapartida é o mais demorado para ser feito e o mais dispendioso. Fonte


Lajes Pré Moldadas com Lajotas Cerâmicas: É o tipo de laje mais utilizado em pequenas residencias. Composto por uma vigota pré moldada que serve de apoio as lajotas. Essa estrutura recebe um capeamento de concreto que estrutura a laje. Seu único contra tempo é que ele não é capaz de vencer grandes vãos. Fonte Essa laje que foi usada nos três pavimentos da minha casa!


Lajes Pré Moldadas com Blocos de Isopor: Com um sistema de montagem muito parecido com os de lajota cerâmica, muitos se enganam achando que essa laje é menos resistente, mas estruturalmente são tão resistentes quanto, visto que a função do isopor ou da lajota é apenas de comportar o concreto. Como benefício tem a leveza dos blocos (cerca de 10% das lajotas) e facilita muito na montagem elétrica e hidráulica. Em contrapartida tem que ser utilizados materiais especiais para o chapisco e acabamento da parte inferior da laje. Fonte


Tipos de Tetos e Forros


Forro de Gesso: Bastante utilizado em todo o mundo, o forro de gesso é bastante versátil. É resistente ao fogo e contém níveis moderados para isolamentos térmicos e acústicos. Além disso, oferecem vários tipos de recortes e espessuras, agradando ao gosto de quem está reformando. Sua grande mobilidade ajuda na decoração com sancas, desenhos e formas para compor o ambiente e ajudar nas iluminações. Fonte Estão entre os mais comuns de se encontrar em obras pelo Brasil atualmente. Ele é bastante prático e rápido de fazer, e existem muitas empresas e autônomos especializados no assunto.
- O forro em plaquinhas, mais antigo, costuma ser ligeiramente mais barato, mas é aquele tipo de forro de gesso conhecido pela grande quantidade de sujeira que gera durante sua execução. Também é mais pesado do que o forro de drywall, além de possuir mais arames de sustentação, por conta da pequena dimensão das placas que o compõem. O perfeito alinhamento entre as placas também demanda um ótimo instalador. O sistema consiste de uma superfície de gesso presa por arames à cobertura ou a uma estrutura intermediária de forma que, por baixo, o usuário veja apenas um plano liso. O forro de gesso está basicamente dividido em duas grandes opções: o forro em placas e o forro de drywall.
- O forro de drywall é executado com grandes placas de gesso que vêm envolvidas em um papel similar ao kraft. Esse tipo de forro, que ganha cada vez mais mercado, tem uma tecnologia maior do que o tradicional forro de plaquinhas. Seu sistema de aplicação é bem mais limpo também. Há uma facilidade maior para executar forros curvos e detalhes dessa natureza no teto. O sistema é o mesmo utilizado para fazer paredes. Uma vez instalado, o forro de gesso pode ser facilmente furado para instalação de luminárias, pode receber qualquer tipo de pintura e detalhes quaisquer. Fonte

 Gesso com rasgo de luz e spots embutidos!

 Gesso tabicado e spots embutidos!
 Gesso reto rebaixado sobre a bancada, com spots embutidos, e na cozinha tabicado, com rasgos de luz e spots!

 Gesso rebaixado flutuante!

 Gesso com sanca aberta!

 Gesso tabicado!

 Gesso reto, com rasgos de luz, rebaixamento flutuante no centro do quarto e spots embutidos nas laterais!

 Gesso com sanca aberta!

 Gesso com sanca aberta e spots embutidos! Esse modelo trabalhado é mais antigo e muito pouco utilizado na decoração moderna!

 Gesso tabicado (que tem essa sobra ao redor) e com spots embutidos! Atualmente é o mais utilizado pela decoração moderna, por conta da leveza e linhas retas!

Gesso com rebaixamento flutuante no centro da mesa e spots embutidos!

Gesso acartonado (dry-wall)
Podem ou não ter a estrutura aparente.
Vantagens:
- Pode ser usado em áreas molhadas (atenção: apenas o tipo especial em placas verdes!)
- Montagem menos artesanal que o gesso em placas maciças;
- Boa resistência ao fogo;
- Removível, quando a estrutura é aparente;
- Permite detalhes e sancas.
Desvantagens:
- Quando a estrutura não é aparente, a remoção é difícil e normalmente destrutiva.
- Custo é relativamente mais alto. Fonte


Placas maciças de gesso
Para ambientes internos, com custo mais baixo que o dry-wall.
Vantagens:
- Custo relativamente baixo, em relação às demais alternativas;
- Possibilidades de detalhamento arquitetônico requintado, com sancas e rodatetos em diversos formatos;
- Elevada resistência ao fogo- protege instalação contra incêndios.
Desvantagens:
-Sensível à água (não indicado para áreas molhadas);
-Remoção é destrutiva- não permite acessibilidade;
-Instalação artesanal, com muito desperdício. Fonte


Forro de Isopor:  Elegância e de fácil aplicação é mais utilizado em áreas industriais por sua estética mais comportada. Ajuda bastante no isolamento térmico e acústico. Fonte 

Opção rápida e econômica.
Vantagens:
- Bom Isolamento térmico;
- Baixo peso específico;
- Boa resistência mecânica;
Desvantagens:
-Baixa resistência ao fogo. Fonte


Forro de Madeira: Bastante comuns antes do forro de PVC, são normalmente fabricado de pinus e são de instalação simples: as laminas vêm com um encaixe do tipo macho e fêmea que são fixados uns aos outros com pregos ou parafuso. Esse tipo de forro é fixado diretamente na laje ou estruturado com madeiras ou barras metálicas. São menos versáteis que os forros de gesso mas ainda possibilitam o trabalho de moldagem e detalhamento, além da variação de cores e vernizes. Fonte Existem os clássicos forros de madeira prontos, que muitos conhecem por lambri (na realidade lambri é um tipo de revestimento para as paredes) e que são de instalação simples: as ripas vêm com um encaixe do tipo macho e fêmea e devem ser pregados ou parafusados a distâncias regulares, numa estrutura de madeira auxiliar, ou diretamente na laje. Existem vários tipos de madeira e acabamentos para esse tipo de forro, e ainda é possível realizar variações com vernizes e tintas. No entanto os forros de madeira incluem também os forros de madeira projetados, ou seja forros de madeira diferentes, em ripas, curvos, em placas, em OSB, ou qualquer possibilidade que o projetista desejar. Nesses casos de forros sob medida, é interessante conversar longamente sobre os detalhes de acabamento e fixação com o marceneiro que for executar. Fonte

Esteticamente atraente, pode ser utilizado em ambientes externos desde que receba tratamento adequado.
Vantagens:
- Estética;
- Material renovável e biodegradável.
Desvantagens:
- Baixa resistência ao fogo;
- Baixa absorção térmica e acústica;
- Baixa resistência à umidade;
- Remoção difícil, não acessível, porém pode ser desmontado. Fonte




Forro de PVC: Ainda menos versátil que o forro de madeira, o forro de PVC teve seu pico de utilização na década de 90 e se mantem como o forro mais utilizado até hoje. Sua estrutura é similar ao forro de madeira, mas possui uma linha de acabamentos mais restrito. Recentemente são comercializado laminas de PVC coloridas ou com imitação de madeira que dão um toque mais bonito a sua casa. Fonte Trata-se basicamente de lâminas de PVC com uma pequena estrutura interna e que se encaixam entre si. Essas lâminas possuem diferentes larguras, conforme os padrões de cada fabricante e são afixadas conforme cada sistema. Quase todos os forros de postos de gasolina contemporâneos, por exemplo, são de PVC. O PVC é leve e tem preço muito competitivo. Não é indicado para pintura, mas é passível de limpeza, o que é muito interessante dependendo da aplicação. Um lado negativo é a questão dos acabamentos, que apresentam uma linha mais ou menos restrita. Dentre os tipos de forro apresentados, existem muitas variações, inúmeros acabamentos e possibilidades. Além dos apresentados, muitos outros elementos podem ser utilizados como forros, como por exemplo, tecidos, bambu e palha, entre outros. Pesquise antes de executar o seu forro, verifique como ele irá se ancorar na cobertura, quais as possibilidades de harmonia com os outros elementos de sua construção. Se possível, sempre procure um especialista para lhe orientar sobre qual a opção ideal. Fonte

Opção rápida e econômica.
Vantagens:
- Facilidade de limpeza e manutenção;
- Leve;
- Boa resistência a umidade;
- Remoção fácil, quando em placas;
- Custo baixo em relação às demais opções.
Desvantagens:
- Baixa resistência ao fogo;
- Baixa absorção térmica e acústica;
- Remoção difícil, quando em réguas.

Obs: O uso de PVC está sendo desaconselhado por ser um material que apresenta risco à saúde humana e ser altamente poluente. Para mais informações, acesse:
http://www.calrecycle.ca.gov/publications/GreenBuilding/43106016.pdf (em inglês). Fonte




Forro Metálico: Os forros metálicos são mais raros de se encontrar no Brasil, mas não totalmente incomuns. Existem tipologias bastante diferentes, mas a titulo de explicação, os dividiremos em dois grandes grupos: Os forros metálicos lisos e os forros metálicos compostos. Os forros metálicos lisos são em geral constituídos por finas chapas metálicas, usualmente perfuradas. Essas perfurações podem ter muitas variações, compondo o desenho do forro, assim como o acabamento da chapa metálica. As chapas também podem ser estampadas com alto ou baixo relevo, como se encontrava em uma espécie de forro metálico muito comum dos anos de 1960 em bares e padarias. Já os forros compostos, em geral produzidos por grandes fabricantes, são como que elementos vazados colocados na horizontal. Existem muitos tipos, mas provavelmente o mais comum é o do tipo colméia: um quadriculado com cerca de 10 centímetros de altura. Este forro foi bastante popular nos anos de 1980 e era encontrado na maioria dos grandes shoppings dessa época. Fonte

Atraente e com grande variedade de acabamentos.
Vantagens:
- Resistente ao fogo;
- Resistente à umidade;
- Vários tipos de formas e cores;
- Totalmente removível (acessível);
Desvantagens:
- Baixa absorção térmica e acústica. Fonte


Forro Modular: Com apenas um click ele já se instala. Para sua montagem pode ser escolhido o forro de isopor, forro lã de vidro, forro de PVC e até de isopor. São colocados sob a estrutura metálica, sem perda de material. É isolante térmico, acústico e até de bactérias e fungos. Fonte


Forro Lã de Vidro: Perfeito para coberturas tanto residenciais, quanto comerciais e industriais. De fácil aplicação, possuí várias formas, para que o consumidor possa escolher qual o agrada mais. Com seu sistema avançado de isolamento térmico e absorção acústica, é também uma economia para a energia elétrica, reduzindo muito a necessidade de ar condicionado. Fonte

Isolante acústico e térmico mais utilizado na construção civil.
Vantagens:
-Totalmente removível;
-Menor custo entre as removíveis;
-Bons isolamento térmico e absorção acústica;
Desvantagens:
- Estrutura aparente;
- Baixa resistência ao fogo;
- Baixa resistência à umidade. Fonte


Forro Fibra Mineral: Fabricados a partir de minérios de rocha, o forro mineral é capaz de suportar até 95% da umidade relativa do ar. São produtos que não precisam de retoque e facilmente removível, facilitando instalações como iluminação e eletricidade. Fonte

Ótimo isolante térmico e acústico, muito utilizado em locais de uso público.
Vantagens:
- Isolamento térmico e acústico superiores aos demais forros;
- Removível, quando possui estrutura aparente;
- Inibe a proliferação de mofo;
- Maior flexibilidade de tamanho;
- Diversas opções de acabamento.
Desvantagens:
- Baixa resistência ao fogo;
- Baixa resistência à umidade;
- Quando não tem estrutura removível, não é removível;
- Difícil limpeza. Fonte


Forro de Bambu:  Moderno e resistente, ele também aparece como alternativa sustentável, já que em três anos essa gramínia de crescimento rápido está pronta para o corte. Por seu formato natural, o bambu tem um bom nível de isolamento acústico. É importante verificar a procedência do mesmo. Há métodos de secagem e cozimento que diminuem as chances de o material ser atacado por brocas e fungos. Uma placa de cimento amianto e uma manta asfáltica protegem o forro de bambu de uma eventual infiltração nas telhas. Fonte




Ufa, chegamos ao fim desse mega post!! rsrs

E então, deu para escolher o forro ideal para sua obra? Qual vocês usaram?

O gesso é o forro que considero mais moderno e lindo, sem falar das inúmeras formas que podemos criar e dispor a iluminação! E qual o preferido de vocês?

Fiquem a vontade para comentar bastante!!!


Que tal fazer um Curso de Decoração?


36 comentários:

  1. Oi Grazi, que delícia de post menina,amei, na minha casa da chácara eu usei o forro de PVC por ser econômico e tbm pelo fato de ser uma casa de lazer,onde vamos aos final de semana,queriamos tbm algo bem simples,então optamos pelo PVC lá,mais aqui na casinha vamos colocar o meu QUERINHO gesso,sou apaixonada por ele,rsrsrs.

    Beijinhos!
    A Casa da Elly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elly!
      O PVC é super econômico e na casa de lazer vale a pena para não gastar muito mesmo!!
      Agora o gesso para casa é lindo demais!!!
      Beijos!

      Excluir
  2. Acho LINDO o gesso. Depois que eu colocar cobertura na minha lage, pretendo colocar gesso na casa. É muito chic!!!
    Bjus
    http://detalhesdekasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gesso sem sombra de dúvidas...
    Obrigada pelos posts informativos, que são tão importantes para quem vai começar a construir.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica lindo né Edna!!!
      Que bom saber que tenha gostado do post!! :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Grazi! Eu sou suspeita a falar, rsrs mais prefiro gesso rebaixado liso com tabica, clean e moderno! Beijus http://aesperadoprimeiroape.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!
      Concordo com você!! rsrs
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Grazi.Próxima semana ja recomeçamos a finalizaçao da obra e o forro de gesso em baixo da laje com os cortineiros inclusos no roda teto. Achei oportuno essa postagem!!
    digo finalizaçao em partes,vou mudar sem fazer a cozinha e sem finalizar alguns detalhes! Aos poucos ne vamos terminando! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Di!
      Vai ficar lindo!!!
      Isso mesmo, aos poucos vai terminando tudo como você sonha...
      Beijos!

      Excluir
  6. Ah Grazi, obrigada pelo post, in love :)
    Como sempre arrasando e tirando minhas dúvidas.
    Graças a sua pesquisa vou optar pelo tabicado em toda minha casa.
    Bjus e muito sucesso
    Nary Jones!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber Nary!!! :)
      Ficará lindo...
      Obrigada, pra você também!!
      Beijos!

      Excluir
  7. Oi Grazi.
    Lá em casa a laje foi premoldada com blocos de isopor e o forro da casa toda foi com gesso acartonado, tabicado e com alguns rebaixamentos, rasgos e cortineiros. Eu adorei o resultado! Fica perfeito! Pra quem ainda tá em dúvida eu recomendo o forro drywall! Beijos! Deivi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deivi!
      Deve ter ficado lindo mesmo!!!
      Obrigada por ter deixado a indicação, com certeza será útil para muitos que passarem por aqui :)
      Beijos!

      Excluir
  8. Oi Grazi, em casa vamos usar o concreto usinado (pelo que vi o mesmo que o seu).Estou pensando em não usar o gesso em toda a casa, usar apenas com molduras, cortineiros e sancas...
    E nos quartos, banheiros, só molduras laterais...vc acha q fica bom rebocar e pintar a própria laje?
    www.umsonhoumlar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!
      Aqui em casa fiz isso, usei gesso apenas nos banheiros, lavanderia e na sacada... e no restante da casa apenas fiz os cortineiros! Como a casa é toda branca, e com pé direito alto na sala de estar, não dá para perceber :)
      Mas acho que gesso na casa toda fica sempre mais lindo!!! Ainda mais se não for tudo branco... agora molduras não gosto muito, não acho muito moderno...
      Beijos!

      Excluir
  9. Gostei do post! Bem informativo!!
    Em minha casa pretendo usar gesso em alguns ambientes, mas não em todos porque acho que sairá um pouco caro.
    Estou encantada com o bambu, achei maravilhoso!!

    Beijokitas

    "Quem não casa também quer casa"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Maria!! :)
      O gesso é bem caro, dai se quiser economia o melhor é usar só em alguns ambientes, como na sala que se destaca!!! Lindo mesmo o bambu...
      Beijos!

      Excluir
  10. Oi Grazi.... amei este post sobre os tipos de laje e forro e tenho ums dúvida. .. Será que você pode me ajudar a resolver? Minha casa tem três pavimentos.... no térreo e no primeiro usamos laje de lajota cerâmica, mas no segundo pavimento usamos a laje com placas de isopor.... tem uns 15 dias que foi coberta com o concreto, mas agora me veio a ideia de fazer um terraço com jardim e área gourmet.. só que meu marido diz que esta laje é menos resistente e acha perigoso.... Você poderia me ajudar?? Bjs... Karina Cestari. ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karina!
      Eu acho que essa laje por ter concreto não é menos resistente, porque o que firma mesmo é o concreto... mas não tenho competência para te dizer isso com certeza pois não sou arquiteta! Então o melhor seria você ver com seu arquiteto o que mais seguro!!
      Beijos!

      Excluir
  11. Oii Grazy estou construindo uma casa porem de telhado ,posso colocar forro e se qual? E se deixa a casa mais quente? Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Le!
      A melhor opção é você colocar laje e embaixo do telhado manta de alumínio... vai deixar bem fresquinho!! Mas você pode colocar apenas forro de madeira ou pvc, que vai deixar bem mais quente e simples, porém mais barato!! Já a manta é baratinha... e pode colocar em cima do forro também!
      Beijos!

      Excluir
  12. boa noite estou fazendo meu atelier e um quarto suite para minha filha em cima da garagem de minha casa gostaria de uma opiniao o gesso como forro realmemdo fica bom nao tem perigo de cair qual as vantagens poderia mandar um mail falando sobre o assunto mariafatimasantosoliveira@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. boa noite estou fazendo meu atelier e um quarto suite para minha filha em cima da garagem de minha casa gostaria de uma opiniao o gesso como forro realmemdo fica bom nao tem perigo de cair qual as vantagens poderia mandar um mail falando sobre o assunto mariafatimasantosoliveira@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!
      O gesso fica apenas com efeito decorativo, mas em cima tem a laje normal, então não tem perigo de cair... mesmo assim, você deve exigir garantia do serviço do gesseiro que você contratar.
      Beijos!

      Excluir
  14. Mas são só decorações para milionários! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressão sua Alex!
      A maioria é para pessoas de classe média... :)

      Excluir
  15. VC tem alguma sugestão para casa de praia, pois o gesso caiu todo mesmo sendo colocado em baixo da laje.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola!
      Ixi não tenho... mas penso que seria ideal primeiro passar algum impermeabilizante no forro antes de colocar o gesso.

      Excluir
  16. Oi Grazy gostaria de uma opinião sua...Estou fazendo minha casa de alvenaria e no entanto quero forro de madeira ...Na cor de verniz mais escuro.. E gostaria de saber se as portas teriam que ser verniz também ou pode ser na cor branca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nai!
      Não precisa ser igual... como também usam teto branco com as portas amadeiradas.
      Beijos!

      Excluir
  17. Estou me sentindo insegura em relação ao minha obra não ter laje e sim telha, manta e forro. Minha dúvida: com esse clima que está maluco, é seguro ter uma casa sem laje? Moro na região de campinas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivani!
      O melhor sempre é laje... mais seguro e menos quente no calor e frio no inverno.

      Excluir
  18. Olá Grazi, em uma casa de praia que tem o teto do segundo piso com forro de pvc é possivel mudar para outro tipo como gesso ou laje por exemplo? É viavel e seguro?

    ResponderExcluir
  19. Olá Grazi, em uma casa de praia que tem o teto do segundo piso com forro de pvc é possivel mudar para outro tipo como gesso ou laje por exemplo? É viavel e seguro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovanni, não sei te dizer dessa parte estrutural. Mas pelo que vejo você pode sim trocar pelo concreto, que é mais seguro, resistente e depois reveste com gesso para decorar.

      Excluir


NÃO ALTERE NEM MOVA ESTE GADGET!



Custom Search
Pin It button on image hover