Construindo Minha Casa Clean: Calçadas Residenciais Modernas com Paisagismo! Veja Dicas de Pisos e Pedras!

Calçadas Residenciais Modernas com Paisagismo! Veja Dicas de Pisos e Pedras!


Inspire-se com as calçadas e decida qual piso utilizar!


Na hora de construir nossa sonhada casa são tantas escolhas não é mesmo? E caprichamos tanto nos revestimentos internos da casa e quando chega a vez de escolhermos os pisos para a garagem, para área externa e para a calçada, assim como o jardim, nem sempre podemos investir muito, e mesmo ainda tendo verba sobrando para isso, ficamos na maior dúvida de qual piso ideal para calçada! Bom, essa foi minha grande dúvida, e com alguma experiência já no assunto e muita pesquisa em diversas fontes, confesso que foi muito difícil encontrar respostas exatas para esse dilema, rsrs, então juntei todas as informações pessoais, dos blogs e de fontes de arquitetura e de fornecedores, e consegui me decidir! Então espero que esse post seja tão útil para vocês como está sendo para mim! São diversos pisos e pedras que podemos optar para nossa calçada, mas antes disso devemos lembrar que essa área é pública, que deve oferecer segurança para todos os pedestres, crianças correndo, idosos, deficientes físicos, pessoas caminhando apressado em dia de chuva, então todo cuidado é necessário. Assim devemos escolher pisos antiderrapantes! Porém o cuidado e a manutenção é por conta do proprietário do imóvel. As diversas pedras oferecidas como Miracema, Portuguesa, São Tomé, Granito, etc. são rochas naturais porosas, as mais indicadas e utilizadas, pois oferecem além de segurança efeito decorativo, porém acumulam sujeira e limo, devem ser limpas com jato de pressão de água e tem um custo mais elevado; isso comparado as tradicionais cerâmicas e porcelanatos, que acabam tendo um custo mais acessível e no caso dos porcelanatos um efeito super moderno e a limpeza se torna mais tranquila, pois não criam limo. Agora vamos nos inspirar e ver as dicas de cada tipo de piso!!!

1- Fachada com paisagismo moderno e calçada com blocos intertravados! 
Projeto Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris

Pedra Miracema
É encontrada na natureza em forma de placas, tem preço acessível, resiste bem a choques mecânicos e a intempéries e, por isso, é aplicada em estado bruto nas áreas externas, até por ser antiderrapante. A miracema-madeira é amarelada devido à presença de óxido de ferro, enquanto a miracema comum é encontrada nas cores cinza, bege e rosa. Sua colocação não precisa de mão de obra altamente especializada e é possível variar o corte e a amarração, numa grande variedade de desenhos. Precisa de manutenção constante, para que não absorva sujeira e não fique encardida. Muito usada em calçadas, este material é bastante resistente por ser pedra e dá um bom acabamento na estética da calçada, tem várias cores e o preço é bastante atrativo, por sinal um dos materiais mais baratos, depois do contrapiso. Cuidados com o assentamento da pedra, pois essa pedra é assentada no cimento e precisa cuidado e um trabalho bem feito. A limpeza dela também é mais difícil do que se fosse o piso liso ou mesmo o contrapiso. O ideal é você ter aquelas máquinas de lavar calçada que usa a pressão da água, os jatos, já que a pedra é irregular, natural e com isso acumula mais sujeira e limo, sem contar que com o tempo ela pode adotar um tom mais escuro se não foi feito uma limpeza constante e adequada.

2- Paisagismo composto por buxinhos e grama!

Pedra Granito
De resistência bem alta, em estado bruto é indicado para calçamento de ruas ou qualquer outro espaço de tráfego intenso ou de serviços pesados. Pode ser polido, lustrado, apicoado, levigado e flameado, nestes casos sendo próprio para revestimento de pisos e paredes, interno ou externo, inclusive formando desenhos das mais diversas formas. É encontrado, do mais barato ao mais caro, nas cores: cinza, vermelho, verde, amarelo, preto e azul. Para limpeza, usa-se água e sabão neutro.
3- Paisagismo lindo com grama, palmeiras e buxinhos!

Arenito - Mosaico com Pedra Portuguesa
Usado apenas no estado bruto, é comercializado em placas e em diversos outros tipos de corte. Quando utilizado nos calçamentos em conjunto com o basalto e o mármore forma o chamado mosaico português. Pode ser usado também em paredes, conferindo um aspecto rústico ao ambiente. Disponível em quatro cores: mostarda, branco, preto e vermelho. Mosaico português é um piso de pedras irregulares, geralmente de calcário, que são instaladas artesanalmente uma a uma numa “ farofa” de cimento e areia. O instalador dessas pedras, chamado tradicionalmente de calceteiro, escolhe as pedras que se encaixem mais adequadamente uma do lado da outra nessa “farofa” e depois faz o rejuntamento com uma nata de cimento. É um piso extremamente resistente, por isso muito utilizado em calçadas, áreas públicas como parques, praças e etc. Pode também ser instalado em paredes. O assentamento é demorado e precisa de mão de obra especializada. A manutenção é fácil, mas precisa de limpeza e manutenção constantes, sendo que algumas pedras do mosaico podem descolar com o tempo. A limpeza requer apenas água e sabão.

4- Pedra portuguesa cinza com detalhe em marrom! Buxinhos na entrada da porta e palmeira imponente no gramado!

5- Mosaico de pedra portuguesa em branco, azul e vermelho!

6- Pedra portuguesa cinza e branco!

7- Detalhes redondos e em círculos marrom e branco!


 8- Detalhes orgânicos branco e cinza e pedras marrom! Buxinhos e palmeiras!
Projeto Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris

 9- Pedra portuguesa marrom e branco! Blocos intertravados na calçada! Palmeiras e buxinhos fazendo o paisagismo moderno!

10- Mosaico com pedras portuguesa em formas orgânicas!
Projeto Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris

Pedras São Tomé, Mineira, Goiás, Itacolomi e Quartzito 
São rochas flexíveis, antiderrapante, muito absorventes e que não propagam calor. Indicadas para o revestimento de beiras de piscinas e áreas de lazer. A limpeza se faz com água e sabão, sendo por vezes necessária a contratação de uma empresa especializada para uma limpeza mais profunda com ácido muriático pois mancha com facilidade. Tem um valor mais alto.


 11- Pedra São Tomé na calçada combinando com as pedras filetadas São Tomé na parede! 

12- Calçada São Tomé maravilhosa! Vasos com plantas ornando o paisagismo dessa fachada moderna!

13- Pedra São Tomé! Buxinhos, palmeira e gramado!

14- Pedra São Tomé! Gramado, palmeira e buxinhos!

15- Pedras São Tomé! Grama e buxinhos em evidência!

16- Calçada com pedra São Tomé! Buxinhos e palmeiras deixando o paisagismo moderno e sofisticado!

 17- Calçada com pedra mineira combinando com as pedras filetadas na parede! Palmeira e grama em evidência no paisagismo!

Pisograma
São peças feitas de concreto, preenchidas com grama e podem ter variadas formas, dimensões, texturas e cores. É um produto bastante prático e versátil, pois não há necessidade de acabamento superficial, permitindo que o pavimento seja liberado ao tráfego logo após o assentamento. Os benefícios são diversos, como formam pisos com menos absorção e emissão de calor; protegem a grama de esmagamento em locais de circulação de veículos; a remoção das peças pode ser feita de forma bastante rápida, sem quebra, permitindo sua reutilização. Dispensa contra piso e rejunte, sua manutenção é muito fácil. É também a melhor solução para a criação de áreas verdes para moradores ou usuários de edifícios em geral. Ajudam na prevenção de alagamentos, por serem pisos bastante permeáveis, possibilitando rápida absorção e escoamento da água da chuva pelo solo. O que é muito positivo, visto que nas grandes cidades, a dificuldade de drenagem da água da chuva é um grande problema, tanto que alguns órgãos públicos já exigem áreas drenantes para a aprovação de projetos.

18- Calçada com pisograma e algumas plantas! Detalhe dos buxinhos nas sacadas!

19- Pisograma, palmeiras e buxinhos em plena harmonia!

Piso Drenante
Semelhantes ao pisograma, diferença que não se usa grama. Em concreto poroso, inova o conceito de revestimento para caminhos, acessos e calçadas. São peças totalmente drenantes, com textura diferenciada, que garante a permeabilidade do solo tão necessária nos dias atuais. Com sua propriedade porosa o piso permeável drenante absorve 95% da água. Evitando assim a incidência de enchentes, favorecendo a natureza no que diz respeito a permeabilidade do sol, de fácil aplicação, o piso drenante não necessita de contrapiso, isto porque pode ser assentado diretamente no solo, basta apenas que a área esteja nivelada e o assentamento pode ser feito.

20- Piso drenante oferecendo sustentabilidade ao projeto externo!

Piso Cimentício, Placas Cimentícias ou Conclave Fulget
Leva na sua composição cimento e granilha. O cimento pode ser branco ou cinza e a granilha apresenta uma infinidade de cores e possibilidades de composição. Conclave Fulget pode ser fornecido em placas ou moldado in loco. Suas principais características são: Grande resistência mecânica e a abrasão; Ecologicamente correto, pois não precisa ir ao forno durante a secagem; Grande resistência mecânica e a abrasão; Ecologicamente correto, pois não precisa ir ao forno durante a secagem; Antiderrapante e térmico; Possibilidade de diversas combinações de cores; Fácil aplicação em contra pisos sinuosos com resultado uniforme; Pode ser utilizado como piso e revestimento; Quando fornecido em placa, pode ser instalado por qualquer assentador de piso cerâmico e não precisa ser rejuntado; Indicado para áreas externas residenciais ou comerciais, muito utilizado em calçadas, áreas paisagísticas, beiras de piscina e etc.

21- Calçada ecologicamente correta com placas cimentícias!

22- Placas cimentícias na calçada e blocos intertravados na garagem!

Blocos Intertravados
Feito de concreto rígido, é considerado o piso mais ecológico do mercado. Também conhecido como pavimento ecológicamente correto juntando funcionalidade com estética diferenciada e sustentável. Classificado como um tipo de pavimento semi-rígido, o pavimento intertravado com blocos pré-moldados de concreto permite a execução de reparos sem deixar marcas. Trata-se de uma excelente alternativa, tanto do ponto de vista técnico quanto econômico, e um excelente suporte para tráfegos pesados.

23- Blocos intertravados deixando a calçada com projeto super ecológico!

24- Blocos intertravados oferecendo sustentabilidade e beleza!

25- Plantas e buxinhos compondo o paisagismo da calçada! Lindo!
26- Blocos intertravados, plantas e buxinhos deixando a fachada bem moderna!

Piso Porcelanato Rústico
São os porcelanatos antiderrapantes. Por possuírem baixo índice de absorção de água, ou seja, baixa porosidade, também são mais resistentes que as cerâmicas e as pedras naturais, não sendo necessário a impermeabilização. A junta fina dificulta o acúmulo de limo e a limpeza pode ser feita com sabão neutro. São indicados os porcelanatos com superfície natural (sem polimento) e há no mercado uma vasta variedade de cores e modelos. Deve-se observas as siglas PEI e CA, onde PEI (Porcelain Enamel Institute), índice que vai de 0 a 5 e revela a resistência do material ao desgaste. o revestimento deve ter pei 4 ou 5 - esse último indicado especialmente a garagens e calçadas, onde são mais exigidos. Os porcelanatos técnicos, ou seja, livres de esmalte, têm mais resistência. podem ser instalados em qualquer área. Outra sigla, essa relevante para todos os modelos, é o CA (coeficiente de atrito), que varia de 0 a 1 e é indicador da resistência à derrapagem. O ideal é que o piso tenha CA de pelo menos 0,4.

27- Porcelanato rústico clarinho deixando essa fachada ainda mais moderna e clean! Amei!

 28- Casa da Ale do Construindo um Castelinho! Sua calçada com grama e porcelanato rústico que imita madeira! Lindo!

29- Blocos intertravados na calçada e na garagem, porcelanato rústico que imita madeira no meio da calçada combinando com a parede da casa e as aberturas de madeira! Paisagismo maravilhoso com palmeiras imponentes, grama e buxinhos!

 30- Porcelanato rústico clarinho combinado com a fachada clean e moderna!

Piso Cerâmica Rústica
São as cerâmicas antiderrapante. É o mesmo caso do porcelanato, porém com custo bem menor e bem menos resistente que o porcelanato. O rejunte é mais grosso que o usado no porcelanato, o que interfere na estética. Esse tipo de piso não é indicado para casas com padrão médio e alto, pois irão desvalorizar o imóvel. Geralmente as cerâmicas acabam estragando, tricando e rachando com o tempo, por isso é o menos indicado, no entanto, pelo custo benefício imediato ser o mais econômico, compensa em residências mais simples ou quando não se tem outro recurso financeiro no momento.

31- Cerâmica rústica na calçada! Detalhe dos rejuntes mais largos e do piso com peças menores!

 32- Cerâmica rústica marrom!

 33- Cerâmica na calçada e placas cimentícias na grama!

Veja mais fachadas com paisagismo e calçadas modernas aqui!

Conseguiram decidir qual piso e jardim usar na sua calçada?
Acho maravilhoso a pedra São Tomé e o porcelanato rústico clarinho e o que imita madeira, acho que deixa o projeto moderno e requintado. Amei as calçadas e o paisagismo das imagens 1, 4, 8, 9, 12, 25, 27 e 29! Mas acho os muros e calçada da fachada 25 perfeita, tanto que o meu ficará muito parecido!! E qual a preferência de vocês?

Acompanhe todas as novidades do blog pelo Facebook e pelo Instagram 

Que tal fazer um Curso de Decoração?


10 comentários:

  1. Fica um charme, eu acho lindo!

    Beijo
    ;)
    www.umalindapromessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um complemento necessário e lindo para casa né!! :)
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Grazi, Lindas inspirações! Difícil decidir qual a melhor opção, avaliando, durabilidade, manutenção e custo.
    Acho que ficaria com os porcelanatos rústicos ou com a pedra Miracema.
    Confesso que amo esses projetos do Aquiles com mosaico português, porém na minha região essas pedras são muito caras e só vendem por encomenda com frete por minha conta. Aí fica inviável!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta!
      Fica muito difícil essa escolha mesmo!!
      Mas avaliando pelo custo benefício x beleza e modernidade também fico com o porcelanato rústico! Já o porém das pedras é o alto custo mesmo... esses mosaicos do Aquiles é um luxo, principalmente a mistura da cor branca com bege!!
      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Grazi
    Maravilhoso post, super esclarecedor.
    Não tenho calçada propriamente.. mas penso em fazer algo como na foto 6.. entrada de carros e um pequeno passeio.. amooo pedra portuguesa branca e é minha escolha.. só não vou poder por agora pq é uma metragem sem fim.. e pelas cotaçoes que eu fiz, ela custa em torno de 70 reais/m2.. não paguei isso nem do porcelanato das minhas salas rsrs .. ai já viu.
    Beijos

    http://minhacasaemvinhedo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Que bom que gostou!!
      Um luxo a pedra portuguesa, pena ser tão caro mesmo! Aqui é esse valor a São Tomé minha preferida!! Abuso de tão caro... imagina mesmo se nem na sala vai esse valor imagina na calçada, rsrs
      Amo esse modelo da 6 para condomínios fechados!!!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Grazi, eu gosto de calçadas rústicas, com pedras, a portuguesa é uma das minhas preferidas... beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jane!
      Fica lindo mesmo, ainda mais mosaicos com pedra portuguesa!!
      Beijos!!!

      Excluir
  5. Na cidade onde moro tem uma empresa de Fortaleza que explora e lapida pedras, e as sobras de pedras não lapidadas eles doam,so não pode escolher, são pegas por conchas que jogadas num trator quebram algumas, assim mesmo da pra fazer um mosaico lindo, so fica cara a mão de obra mas fica show, estou fazendo a entrada de carros de minha chacára ta ficando linda.

    ResponderExcluir


NÃO ALTERE NEM MOVA ESTE GADGET!



Custom Search
Pin It button on image hover